Cidadeverde.com

Piauí receberá recursos federais para elaborar planos de turismo

O Ministério do Turismo vai apoiar 13 projetos de infraestrutura de regiões turísticas em nove estados brasileiros. Para cada um deles, serão destinados R$ 250 mil por meio de chamada pública que faz parte do Plano Brasil + Turismo, pacote de medidas lançado em abril para fortalecer o setor de viagens no País.

Os recursos serão destinados para garantir a melhoria da gestão das regiões turísticas e fortalecer o Sistema Nacional de Turismo.

Na ação de apoio a projetos de infraestrutura turística foram selecionadas três propostas: Bahia, Pará e Mato Grosso do Sul. O MTur habilitou, ainda, quatro propostas de elaboração de Planos e Estudos de Desenvolvimento Turístico: Pará, Paraná, Minas Gerais e Piauí. No que se refere aos projetos de Gestão e Monitoramento do Programa de Regionalização do Turismo foram selecionados: Paraná, Minas Gerais, Espírito Santo, Santa Catarina, Roraima e Bahia.

Isso significa que o Piauí receberá recursos para o desenvolvimento de projetos. Segundo o edital existem algumas opções. Pode ser a elaboração de Plano de Desenvolvimento Integrado de Turismo Sustentável, Plano de Marketing, Avaliação Ambiental ou Fortalecimento Institucional. Esses devem ser focados em um dos destinos que são considerados indutores do estado (Teresina, São Raimundo Nonato ou Parnaíba).

A Secretaria de Turismo do Governo do Estado chegou a inscrever 2 projetos para investimento em infraestrutura, mas nenhum deles foi habilitado pelo Ministério.

“Acredito que conseguiremos apoiar a melhoria da infraestrutura turística nos estados que fizeram a adesão à chamada pública. Esta é uma iniciativa que reforça a importância do trabalho em parceria com os gestores estaduais e municipais para fortalecer o turismo brasileiro”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

O Ministério do Turismo já contratou quase 18 mil projetos de infraestrutura em todo o País, com investimentos em torno de R$ 9,05 bilhões. São ações como pavimentação, recuperação de patrimônio histórico, sinalização turística, implantação de centros de atendimento ao turista e centros de convenções.

De acordo com o Ministério do Turismo, a melhoria na infraestrutura das cidades aumenta a competitividade dos destinos e a qualidade dos serviços oferecidos não só aos turistas, como aos próprios moradores.

Fonte: Com informações do Ministério do Turismo