Cidadeverde.com

Piauí tem que buscar o turista estrangeiro. O cenário está favorável

Serra da Capivara é um dos destinos com maior potencial do Piauí. Foto: Joaquim Neto

No último ano, várias notícias positivas surgiram no noticiário regional e nacional que podem facilitar a atração de turistas estrangeiros para o Piauí. A ampliação dos vôos internacionais para Fortaleza e a possibilidade de emissão de vistos eletrônicos para alguns dos países que tem povos que mais viajam pelo mundo são as principais. Tratam-se de oportunidades que surgem para os piauienses aproveitarem melhor seu potencial turístico.

Alguns estados não perderam tempo e já estão trabalhando forte na divulgação de seus atrativos para australianos, japoneses, americanos e emirados. Foz do Iguaçu participará de feira internacional nos Estados Unidos para ampliar o número de visitantes vindos desse país. A cidade das cataratas já é o terceiro principal destino dos americanos no Brasil.

O Ceará trabalhou forte na atração de vôos para Orlando e Miami. A Latam aumentou sua oferta de cadeiras e a Gol vai iniciar rota para as duas cidades da Flórida em maio. Com a emissão de visto eletrônico, se torna mais certo que os aviões estarão cheios tanto na ida, quanto na volta.

Cânion do Poti é outro ponto importante com alto potencial internacional. Foto: Instagram CDP Turismo

Mas e o Piauí? Para o Piauí fica a oportunidade. Com nosso pequeno litoral, mas com um interior exuberante, o público estrangeiro prefere os nossos atrativos muito mais do que os brasileiros. Pesquisas do Ministério do Turismo apontam que o turista nacional é apaixonado basicamente por praias. Já o turista internacional, principalmente de países europeus e americanos, prefere nossas florestas e parques.

As oportunidades apareceram. Infelizmente, não foram criadas por nosso setor público e privado. Todos os operadores do setor turístico esperam um incremento de pelo menos 25% no número de turistas americanos, por exemplo. Cabe ao Piauí ter a competência e o desejo de aproveitá-la.