Cidadeverde.com

Estradas da caatinga: Juazeiro do Norte se moderniza sem perder a religiosidade

Vista do Mirante do Horto, aonde está a estátua de Padre Cícero

Hoje é o último texto sobre o Cariri Cearense antes de seguir viagem para o Vale do Rio São Francisco, em Pernambuco. O roteiro termina pela maior cidade da região e a mais identificada com o seu principal personagem. Juazeiro do Norte foi fundada por Padre Cícero em 1911 e hoje é uma cidade moderna com mais de 240 mil habitantes, comércio vigoroso, arranha-céus e muitos serviços de qualidade.

Uma das áreas que mais se desenvolveu foi a gastronomia. Nada de apenas baião de dois, mandioca e paçoca. No bairro Lagoa Seca, o mais abastado de Juazeiro do Norte, é possível encontrar diversos restaurantes na região da Praça La Favorita e na Avenida Plácido Aderaldo Castelo. Frutos do mar, cafés, pizzarias e bares são algumas opções. Locais confortáveis, com bom custo-benefício e cardápio diversificado sem esquecer da regionalidade.

Igreja de Bom Jesus do Horto ainda em construção. Arquitetura moderna que planeja ter uma acústica grandiosa

Mas o principal atrativo da cidade cearense ainda é a religiosidade e a devoção a Padre Cícero. Os principais pontos a serem visitados são as igrejas, os memoriais e museus referentes ao religioso e o mais destacado é a estátua que fica no Mirante do Horto.

Avalia-se que 2 milhões de fiéis se dirigem todos os anos a Juazeiro do Norte. É o 2º maior destino religioso do Brasil, perdendo apenas para Aparecida do Norte em São Paulo. Pouca gente sabe, mas a formação rochosa em que a estátua de 27 metros de Padre Cícero está posta é um dos geossítios do Geopark Araripe. No percurso de quase 3 km que é seguido pelos fiéis em procissão está a parte geomórfica mais recente da chapada e várias edificações ou símbolos católicos que contam a história do Cariri.

Santuário de São Francisco recebe muitos fiéis em procissão

Para completar o conhecimento relacionado a Padre Cícero existem mais 3 pontos na cidade que devem ser visitados. O primeiro é a Capela de Nossa Senhora do Socorro, aonde está enterrado o corpo do sacerdote. Também encontra-se o túmulo da Beata Maria de Araújo, personagem de um dos milagres de Padre Cícero. Ao receber a óstia, esta se transformava em sangue na boca daquela. Outros pontos importantes são o Memorial Padre Cícero, que fica ao lado da Capela, e a casa aonde ele viveu, que fica a poucas quadras dos demais. Cada ponto está repleto de histórias que exigiriam mais uns 5 textos aqui no blog.

Túmulo de Padre Cícero na Capela de Nossa Senhora do Socorro

Para enriquecer ainda mais o roteiro religioso por Juazeiro do Norte, visite a Basílica de Nossa Senhora das Dores, o Santuário do Sagrado Coração de Jesus, o Santuário São Francisco de Chagas e o Mosteiro de Nossa Senhora da Vitória. Este, inclusive, funciona como hospedagem para quem quer estar em retiro.

Também na região central de Juazeiro do Norte estão 3 atrativos culturais. Um é o Centro de Cultura Popular Mestre Noza, uma espécie de centro de artesanato. No local, além de venderem as peças, os artesãos produzem peças. A principal matéria-prima é a madeira. Bem próximo está o Centro Cultural Banco do Nordeste. Apresentações musicais, exposições, biblioteca e muitas outras opções culturais de artistas de toda a região.

Artesão mostra estilo favela no Centro Cultural

Para fechar o roteiro pelo Cariri com chave de ouro está a Lira Nordestina. Com esse nome poético, ela é uma espécie de gráfica de cordéis. O mais interessante é que a matriz que serve para imprimir as gravuras é feita por artistas na madeira e depois é levada para ser prensada. Não são feitos apenas cordéis, mas diversos outros serviços semelhantes a uma gráfica. No local pode ser comprada tanto a matriz em madeira quanto os produtos em que a arte foi aplicada. A própria história do cordel está na fábrica, um encontro intenso com essa cultura tão marcante da região Nordeste.

Algumas das matrizes da Lira Nordestina

 

Estradas da caatinga: Oeiras, uma das cidades mais importantes da história do Brasil

Estradas da Caatinga: Floriano, uma cidade moderna, religiosa e à beira do Parnaíba

Especial: Encantos do sertão nordestino. Pegando as estradas da caatinga.

Estradas da caatinga: Arredores de Floriano. A 2ª igreja mais antiga do Piauí

Estradas da caatinga: Crato, Barbalha e Missão Velha