Cidadeverde.com

6 dicas para curtir o friozinho de julho perto de Teresina

Sítio Pinheiros é uma das opções de hospedagem na Chapada do Araripe. Foto: Divulgação

O mês de julho é um período importante para as viagens, afinal é o mês das férias. Mas existe um outro fator que poucos piauienses percebem e acabam deixando de aproveitar uma excelente oportunidade. Julho é o um dos meses mais frios na região, sendo assim, perfeito para curtir baixas temperaturas nas serras próximas a Teresina e outras grandes cidades como Picos, Piripiri e Parnaíba. O blog separou 6 regiões para aproveitar as noites frias deste mês.

Serra da Ibiapaba

Urubu Ecoparque em Guaraciaba do Norte. Cidade mais alta da Serra da Ibiapaba. Foto: Divulgação

Vamos começar pelo clássico para os teresinenses. Existem vários destinos tradicionais na serra que fica entre a capital do Piauí e Fortaleza. Os principais seriam Tianguá e seu Sítio do Bosco, Ubajara e seu Parque Nacional e a cidade histórica de Viçosa. São excelentes opções que são bastante conhecidas e oferecem passeios para crianças, casais que buscam um clima romântico e aventureiros. Além dessas cidades, vale destacar Guaraciaba do Norte, cidade que é a mais alta da região, possui o hotel fazenda que é considerado o melhor do Nordeste e que tem a 3ª tirolesa mais alta do Brasil.

 

Serra dos Matões

Um chalé em Pedro II no mês de julho idela para clima romântico e base para aventuras. Foto: Divulgação

Passou o Festival de Inverno de Pedro II mas os atrativos da cidade não acabaram. O frio está apenas começando e apesar de o evento acontecer tradicionalmente na primeira semana de junho, agora que está no melhor mês para curtir as temperaturas mais baixas. A dica é curtir as cachoeiras, se hospedar em um dos chalés no alto da Serra, aproveitar trilhas, bares e restaurantes da cidade. Procure um guia associado à Acontur (86994180785) para aproveitar melhor e quem sabe descobrir novas aventuras.

 

Serra da Meruoca

Um pouquinho depois da Serra da Ibiapaba está a Serra da Meruoca. Quando o viajante está chegando a Sobral vê uma grande formação rochosa à sua esquerda, este é o destino que estamos falando. Em cima dela está a cidade de Meruoca, com diversos olhos d’agua, pequenas cachoeiras e temperaturas que variam o ano inteiro entre 23ºC e 16ºC. Parque aquático, trilhas e clima romântico são algumas opções para quem passa alguns dias na região. Destaque também para a vista do Talhado.

Vista do Talhado impressiona o visitante na Serra da Meruoca. Foto: Google Images

 

Serra da Capivara

Não, a Serra da Capivara não está na lista apenas por ter “serra” no nome. A região semiárida é conhecida por ter altas temperaturas durante o dia, mas dar uma aliviada a noite. E em julho é o mês que o termômetro varia entre 32ºC e 17ºC. As madrugadas são mais frias, sendo uma possibilidade para quem quer curtir o Parque Nacional durante as manhãs e quando for descansar em São Raimundo Nonato ou Coronel José Dias poder passear pelas cidades, bares e restaurantes com um clima mais ameno do que no resto do ano e sem chuva. Além disso, a Ópera Serra da Capivara acontece entre os dias 23 e 29 deste mês.

De manhã o calor não descansa, mas as noites de julho são agradáveis na Serra da Capivara. Foto: FHUMDHAM

 

Chapada do Araripe

Umas das 6 chapadas brasileiras, a Chapada do Araripe compreende áreas dos estados de Piauí, Ceará e Pernambuco. Os principais destinos estão no Ceará e a melhor infraestrutura também. A principal cidade é Juazeiro do Norte, mas se destacam também cidades como Crato, Nova Olinda, Barbalha e Exú. Para enumerar os atrativos seria necessário um texto apenas para essa região, mas é possível dizer que existem atividades para todas as idades e perfis possíveis. Para aventureiros pode-se destacar o maior Single Track de bicicleta do Brasil em meio à floresta, para famílias existem os espaços religiosos para os mais idosos e os parques aquáticos para as crianças, para casais existem pousadas românticas no alto da chapada e para todo mundo existem os geossítios do Geopark Araripe, que está sob os auspícios da Unesco por ser um dos lugares mais importantes do mundo para contar a história do planeta.

 

Serra das Almas

Vista da Serra da Ibiapaba é um dos atrativos na Serra das Almas. Foto: Associação Caatinga

Esse é um atrativo dos mais recentes da região. É uma reserva particular de pouco mais de 6 mil hectares que fica nos municípios de Crateús no Ceará e Buriti dos Montes no Piauí. Quem administra o local é a Associação Caatinga que mantém a fauna e a flora intactas e ainda desenvolve tecnologias sociais para ajudar no desenvolvimento sustentável das comunidades. Para os visitantes existem pequenos centros para alojamento e algumas trilhas pela reserva.