Cidadeverde.com

Leitura-manifesto do poema " Se eu me sinto latino-americana?"

Se eu me sinto latino-americana?

Ellen Maria Vasconcellos

 


Se me roubam a prata como às uruguaias
Se me matam de fome como às peruanas
Se me secam de sede como às bolivianas
Se me arrancam a língua como às paraguaias
Se me tiram os olhos como às jamaicanas
Se me desaparecem as veias como às panamenhas
Se me queimam a pele como às dominicanas
Se me comem a carne como às brasileiras
Se me querem distante como às cubanas
Se me querem invisível como às guianas
Se me querem pequena como às equatorianas
Se me querem muda como às nicaraguenses
Se me querem surda como às salvadorenhas
Se me querem puta como às porto-riquenhas
Se me querem escrava como às mexicanas
Se me querem pobre como às haitianas
Se me querem morta como às guatemaltecas,
Sim, eu me sinto latino-americana
e inclusive depois de morta
seguirei sendo desta terra.

 

 

poema do livro Chacharitas e gambuzinos, Ed. Patuá, 2015.

 

Ellen Maria Vasconcellos, Diene Gimenes, Shay Gonçanves, Mariana Teixeira, Manuela Pérgola e Helena Dozzi em leitura do poema " Se eu me sinto latino-americana?" do livro Chacharitas & gambuzinos para as Senhora Obscenas. 

confira mais vídeos do coletivo Senhoras Obscenas