Cidadeverde.com

Yasmin Nigri - Poemas

Yasmin Nigri, carioca, 25 anos, é graduada em filosofia pela Universidade Federal Fluminense, onde atualmente cursa o mestrado na linha de estética e filosofia da arte. Feminista, cofundadora e integrante do coletivo Disk Musa, trabalha com produção de conteúdo áudio visual e performance buscando aliar arte a uma atitude política transformadora. O coletivo prepara sua primeira revista de arte e poesia feita só por mulheres para o segundo semestre de 2016. Colabora também com a Oficina Experimental de Poesia, que acontece toda quarta-feira no Méier. Tem poemas publicados nas revistas Mallarmargens, Escamandro, Germina e Jornal RelevO. 

 

 

Um poema para T. S. Eliot

 

Resquícios do fruto amargo entre os dentes

Abrigando sua ausência

 

O futuro é uma canção entoada pela sua voz esmaecida

 

Sua garganta agora se confunde com a garganta escura do mar

Onde ainda posso escutar seu lamento

 

Enquanto uns partem outros se acomodam entre as folhas

Amarelas de cartas jamais enviadas

 

Sonhei que descansávamos em leito inoceânico

Nunca remado

 

Despojados de tudo

A violência não nos vitima

 

O movimento não nos consome

Como a onda às rochas

 

Sonhei que o mar não nos julgava

E nenhum outro tribunal 

 

 

Sobre isto, meu corpo não cansa

 

Contornando trilhos

Que nunca cicatrizam

Nessa eterna manobra

 

Se lhes torço

O cenho com ar zombeteiro

Suas lanças caem

 

Não mais desvio dos felinos retintos

Inquisidores

Ou desse Outro por quem vocês se passam

 

Escrevo como quem queda veredas

E desvencilha

 

Só minhas irmãs entenderão

 

Sabem-se condenadas

Ao exílio útero

Oco irascível

 

Em torno dessa fogueira

Ofertaram-me as mãos

 

E rodamos os passos interrompidos

De nossas ancestrais

 

 

Um poema para Gertrude Stein

 

Baixo a música para ver melhor, exatamente como você, como você exatamente, eu só, como você, eu só como você, eu sou como você, tomo trens, tomo cachaça, tomo raiva, exatamente como você, como você exatamente, eu só como você, eu só, como você, eu sou como você, baixo a música para ver melhor.