Cidadeverde.com

A Acrobata nº 6 Está Chegando

Depois da ótima repercussão das edições de n 4 e 5, a Acrobata n 6 está vindo a todo gás, lindamente ilustrada pela artista visual italiana Giulia Pex, com suas paisagens humanas. Uma conexão artística que atravessa os limites do continente e da nossa língua, para um encontro visual estranhamente belo.

A entrevista é com o poeta e pesquisador Paulo Machado. O percurso da entrevista pontuou diversos momentos da sua trajetória como poeta e pesquisador no campo histórico, principalmente a relação história e literatura, presente o tempo todo em sua fala. Aprofundamos o debate sobre a memória da cidade e a produção dos “ocultamentos” na história do Piauí. Uma entrevista que deverá ser leitura obrigatória.

 

foto: Gabriel Torres

Adriano Lobão, Thiago E, Paulo Machado, Aristides Oliveira, Demetrios Galvão

 

A seleta de poetas contempla escritas bem variadas. Estão presentes na nossa antologia: Adriane Garcia, Dalila Teles Veras, Reubem da Rocha, Mardônio França, Fabiano Calixto, Airton Sousa, Kilito Trindade e Sofia Mariutti.

No universo das artes visuais e cinema temos a Laura Bezerra, discutindo a situação da cultura no Brasil após o golpe parlamentar; o Rodrigo Araujo, com um texto reflexivo sobre a representação da tortura pós-ditadura militar inspirada na cineasta Lúcia Murat no filme “Que Bom Te Ver Viva” (1989); o artista jamaicano Paul Lewin e sua relação com as artes plásticas e os seus ancestrais; Neila Rocha Siqueira, falando sobre animação “Carcará” do artista visual Arnaldo Albuquerque e Carol Miag com um pequeno ensaio visual.

No campo literário, temos o ensaio do escritor e editor Nathan Matos sobre a obra poética de Orides Fontela. Um trabalho primoroso do escritor, tradutor e editor Floriano Martins, discutindo a poesia surrealista nas Américas, seguido da tradução de poetas de diversos países latino-americanos, central e caribe. E ainda um ensaio que narra a relação da artista Cafira Zoé, com suas leituras em Roberto Piva, inspiradas no espetáculo “Paranoia”, de Marcello Drummond, montado pelo Teatro Oficina.

O processo de criação fica por conta do Guilherme Salgado e sua Itinerância Poética. Projeto de circulação que ele vem realizando pelo Brasil, viajando em uma Kombi, levando poesia e arte para os confins desse país.

Assim a Acrobata projeta a sua vinda. Nesse momento todas as edições anteriores já estão disponíveis para leitura na nossa página do ISSUU. É só clicar e conferir os números anteriores. Informaremos em breve sobre os lançamentos da edição de n 6. 

 

todas as edições da Acrobata disponíveis em:

https://issuu.com/revistaacrobata