Cidadeverde.com

Alex Sampaio - Poemas

foto: Beto Philho

Alex Sampaio Nunes nasceu em Teresina/PI (1987) / bacharelou-se em Direito pela Universidade Federal do Piauí (UFPI, 2012) / atualmente é servidor público federal / em abril de 2015, passou três dias impossibilitado de andar - na cadeira de rodas, portanto - e um dia sem falar, devido a uma síndrome neurológica rara que o acometeu, de nome Miller Fisher, da qual está totalmente curado / já teve textos publicados em jornais, revistas literárias e antologias / autor do livro recém-lançado "Ressuscito na cidade suicida" (junho de 2017).

 

 

De dentro de mim

 

a morte que vem de dentro de mim

me faz enxergar as pessoas daqui

em festa girando os corpos pelo ar

onde toca em volume um rock devagar

...

entendo que todos estão com fome e tesão

porque animais são estômago e libido

em festa os animais se admiram

daqui posso até ouvir os gemidos

...

a morte que vem de dentro de mim

me faz encontrar os demônios amigos

aqueles com quem me deito e divirto

com sexo gozo língua e suor

...

porque demônio só respeita o instinto

é fome é tesão é violência e é vício

...

a morte que vem de dentro de mim

subiu comigo os degraus de um prédio

me ofereceu drogas como remédio

...

do alto vi a cidade que corta os pulsos

sou eu derramando dois rios  tortos e sujos

...

me atirei pra fora desse inferno

caí do nono andar de um prédio

...

sem forças até pra deixar esta mensagem

escrevo por meio de outra linguagem

...

porque há uma morte que vem de dentro de mim

 

 

Suicide town

 

o animal urbano

se depara com o muro

onde estão as árvores?

a cidade sou eu

 

o animal urbano

se depara com o muro pichado

 

decifra-me ou devoro-te

 

indecifrável

a cidade sou eu

devorado

 

 

Síndrome de Miller Fisher

 

Neurológica: ataca o Sistema Nervoso Periférico. Autoimune: o Sistema Imunológico ataca o Sistema Nervoso Periférico. Autolimitada: progride até certo ponto e depois regride totalmente. Incidência anual: estima-se um caso em um milhão de pessoas. Subtipo raro da rara Síndrome de Guillain Barré. Sintomas: "visão dupla" (o que gera dificuldades para ler e escrever), dificuldade para falar e diminuição da coordenação motora em braços e pernas, bem como ausência/diminuição dos reflexos. A cognição, a consciência e o raciocínio permanecem preservados, pois a Síndrome não afeta o Sistema Nervoso Central.