Cidadeverde.com

Incêndio faz escola suspender aulas por conta da fumaça em José de Freitas

  • chamas08.jpg Foto: Wilson Filho/Cidade Verde
  • chamas07.jpg Foto: Wilson Filho/Cidade Verde
  • chamas06.jpg Foto: Wilson Filho/Cidade Verde
  • chamas05.jpg Foto: Wilson Filho/Cidade Verde
  • chamas04.jpg Foto: Wilson Filho/Cidade Verde
  • chamas03.jpg Foto: Wilson Filho/Cidade Verde
  • chamas02.jpg Foto: Wilson Filho/Cidade Verde
  • chamas01.jpg Foto: Wilson Filho/Cidade Verde

Um incêndio que já dura vários dias na PI-113, na entrada do município de José de Freitas, tem prejudicado a saúde dos moradores próximos e até suspendeu as aulas da Escola Municipal Joca Vieira. Nesta semana, alunos que chegaram de ônibus sequer desceram do veículo e retornaram para suas casas. 

A moradora Antônia Rocha, que reside na região há 14 anos, disse que este é o pior ano de queimadas, desde a sua mudança para o local. "Todo ano tem. Mas como esse ano eu nunca tinha visto. Está pior. Esse fogo está há dias nessa mata. E os bombeiros dizem que controlaram, mas continua se aproximando", diz ela, que mora do outro lado da pista onde ocorre o incêndio. 

"A gente tem medo de chegar aqui, mas o que a gente pode fazer. Já passamos uma semana doentes por causa da fumaça. E também por causa da fumaça as aulas na escola aqui perto foram canceladas", acrescentou dona Antônia Rocha. 

Segundo dona Antônia, o Corpo de Bombeiros esteve no local novamente nesta quarta-feira (28), mas se retiraram após receberem informações de que em outro local as chamas estavam maiores. 

O Cidadeverde.com encontrou a escola fechada, sem ninguém. Por telefone, nenhuma pessoa responsável foi localizada para tratar do assunto. 

O coronel Kléber Soares, comandante operacional do Corpo de Bombeiros, disse que a reincidência de incêndios pode ser provocada pela queima de pastagem para a limpeza de terrenos ou até mesmo pontas de cigarro jogadas na beira da estrada. "Muitos desses incêndios são recorrentes. A gente faz a extinção e depois volta. É um trabalho difícil", explicou. 

Lucas Marreiros (Especial para o Cidadeverde.com)
Fábio Lima (da Redação)
redacao@cidadeverde.com