Cidadeverde.com

Marceneiro é preso por enviar fotos íntimas e extorquir adolescente no interior do PI

Delegado Jarbas Lima investiga o caso (foto: divulgação)

O ajudante de marcenaria Rogério Alves Oliveira, de 30 anos, teve a prisão preventiva decretada por corrupção e extorsão contra uma adolescente de 15 anos, na cidade de José de Freitas. Em depoimento ao delegado Jarbas Lima, a adolescente relatou que o suspeito a ameaçava de morte se não entregasse o dinheiro a ele.  

Além disso, o delegado informou ao Cidadeverde.com que a adolescente declarou viver uma relação amorosa. No entanto, Jarbas solicitou exames para identificar se, na verdade, está ocorrendo estupro de vulnerável, pois existem informações de que a adolescente possui transtornos mentais; o que poderá configurar em mais um crime. A denúncia à polícia foi feita pela família da adolescente, que suspeitou do assédio. 

Jarbas explicou que Rogério usava o aplicativo de mensagens instantâneas – Whatsapp – para enviar as imagens para a menor. Ele a obrigava a pegar dinheiro da avó e entregar a ele sob ameaça de morte; o valor já chegava a mais de R$ 1.500. O suspeito também envia imagens do órgao sexual para a adolescente. 

“Ele estava ameaçando ela, dizia que se não entregue dinheiro iria matá-la ou falar da relação dos dois pela cidade. Ele a adicionou no Whatsapp e começaram a conversar. Essa troca já ocorria há cerca de três semanas, um mês. Nós fizemos a prisão dele em flagrante e agora o juiz a converteu em prisão preventiva. Estou aguardando o resultados dos exames pelos quais a adolescente foi submetida para dar prosseguimento a investigação”, disse o delegado. 

Os celulares do suspeito e da vítima foram apreendidos. Por envolver uma adolescente, toda a operação está sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar do município. 

O delegado explicou que o Rogério foi indiciado pelos artigos 218 do Código Penal Brasileiro (corrupção de menores); 158 do Código Penal (extorsão), cuja pena é de 4 a 10 anos de reclusão e multas, e, no artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente por expor fotografias que contenham cenas pornográficas com crianças e adolescentes. 

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com