Cidadeverde.com

Fábio Abreu acredita na pressão de partidos pequenos para volta das coligações proporcionais

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O deputado federal Fábio Abreu (PL) avalia que os partidos pequenos farão pressão pela volta das coligações proporcionais, na eleição de 2022. Sem a possibilidade de se unirem com as legendas maiores, na formação das chapas de deputados federal e estadual, a tendência é que os partidos pequenos desapareçam.

Segundo ele, a possibilidade da volta de coligações começa a ganhar forma na Câmara federal. “Nas últimas sessões percebemos certo clima indicando para essa possibilidade. O cenário atual indica que os partidos menores saiam do cenário político. Teremos poucos partidos. Há uma tendência de que os partidos pequenos unidos, possam propor essa mudança. Há essa possibilidade. Isso tem  que ser feito com um ano de antecedência”, disse.

No caso do PL, o partido começa a convidar lideranças políticas, com e sem mandato,  para formar as chapas proporcionais. 

“O PL tem se fortalecido. Temos reuniões constantes com os membros atuais e aqueles que buscamos. Estamos fazendo convites constantes. Tentamos conversar com deputados. Isso para federal e estadual. Precisamos fortalecer o partido. Nosso objetivo é fazer com que  O PL já chegue em 2022 com condições de concorrer a eleição com possibilidades de fazer deputados”, disse.

Fábio Abreu convidou a deputada Janaína Marques (PTB) e estenderá o convite a Nerinho (PTB). “Convidamos a deputada Janaina Marques. Tenho uma consideração grande pelo PTB. Mas buscamos fortalecendo os partidos. Conversei com ela para compor o partido. Vou conversar com o deputado Nerinho também.  Isso para fortalecer o PL”, afirmou.

Para Fábio Abreu, se o fim das coligações for mantido, haverá uma redução natural no número de partidos da base aliada do governador Wellington Dias (PT). Seria uma questão de sobrevivência políticas dos deputados. 

 “É uma questão de sobrevivência política. Na eleição municipal, muitos vereadores de mandato se uniram em um único partido e foram eleitos com essa estratégia. Isso inevitavelmente vai acontecer. É uma questão de fortalecer no máximo quatro partidos na base para essa disputa. Os demais partidos ficam praticamente sem condições de concorrer. A não ser em outras exceções para deputados estaduais”, disse. 

PSD realiza filiação de prefeitos de olho na chapa majoritária

Foto: Roberta Aline

O PSD não abre mão de participar da chapa majoritária que representará a base governista na eleição de 2022. Quem garante é o deputado Georgiano Neto. Para isso, o partido quer aumentar a base de prefeitos no interior. 

Segundo o parlamentar, o partido que tem hoje 40 gestores municipais, espera alcançar a marca de 50 prefeitos.

"O PSD saiu muito fortalecido das eleições do ano passado. Elegemos 40 prefeitos, 28 vice-prefeitos, 368 vereadores e a expectativa é fortalecer mais ai da. Articulamos e dialogamos com outras lideranças municipais. Queremos no primeiro semestre salta de 40 para 50 prefeitos. E ao mesmo tempo preparando partido para o próximo ano", disse.

Para a chapa proporcional, a legenda busca lideranças com e sem mandatos.

"Estamos buscando formar a chapa proporcional do partido e focar no projeto majoritário. Queremos uma vaga na chapa majoritária. Esse é um projeto do partido. As demais liderancas do PSD, trabalhamos dia e noite para fortalecer o nosso partido. Dialogamos com deputados e pessoas sem mandatos. Queremos duas chapas muito competitivas, temos o projeto de eleger dois deputados federais e no mínimo quatro estadual. E queremos participar da chapa majoritária", disse.

Na chapa majoritária, o partido busca a vaga de vice.

"A chapa majoritária tem três posições. O PSD estando em uma delas, o partido se sente contemplado. Não tenho idade mínima. Tem quer 30 anos. E ainda terei 28", destacou.

Câmara restringe circulação de pessoas devido ao avanço da covid-19

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

A pandemia provoca mudanças na rotina da Câmara de Vereadores. A Mesa Diretora da Casa restringiu ainda mais a circulação de pessoas nas dependências da Câmara.

Fica permitida apenas a entrada de vereadores, assessores, redução do número de funcionários e jornalistas. No plenário, apenas vereadores e a imprensa.

“As sessões das quartas-feiras foram mantidas. É importante para que a sociedade possa acompanhar o trabalho por meio do canal do youtube da Câmara. Mas restringimos a circulação para evitar contaminações na Casa”, disse o presidente Jeová Alencar que chegou a ficar internado na UTI devido à covid-19. 

Deputado Júlio Arcoverde visita Jeová Alencar e discutem aproximação com Dr. Pessoa

Foto: Ascom

O presidente estadual do Progressistas, deputado Júlio Arcoverde, visitou a Câmara de vereadores na manhã desta quinta-feira (04). Ele se reuniu com o presidente da Casa, vereador Jeová Alencar. 

O progressista afirma que Jeová ajuda em uma aproximação administrativa entre o partido e a gestão do prefeito Dr. Pessoa.

“Sempre tivemos uma boa relação. Mas o intuito é parabenizá-lo porque não conseguir participar da posse no MDB. Tanto o Jeová como o presidente Themístocles podem  ser um canal dessa aproximação. Até porque pela aproximação que eles possuem com o senador Ciro Nogueira tem com os dois. Não haverá dificuldades porque o que o Ciro fez por Teresina, ele vai continuar fazendo”, disse.

Júlio lembra que os vereadores do Progressistas foram eleitos na posição. “Política vai ser tratada na época da política. Hoje é um ano de aproximação administrativa. Na política, o povo nos botou na oposição e é assim que vamos ficar. Mas sempre disse que o povo nos elegeu na oposição”, afirmou.

Para Júlio, a conversa entre Dr. Pessoa e o sendor Ciro Nogueira não ocorreu ainda por uma questão

“Acredito que é só agenda. Ciro esteve aqui na semana passada. Não foi procurado por ninguém. Voltou à Brasília e tem sessões virtuais por lá decidindo as questões orçamentárias, decidindo até o final do mês. Não houve procura de nenhuma das partes. A visita é por essa ala do MDB que temos um bom relacionamento tanto o presidente Themístocles quanto Jeová e estreitar  ainda mais esse relacionamento”, destacou.

Ciro Nogueira reunirá vereadores do Progressistas em café

O senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, reunirá  a bancada de vereadores do partido em um café da manhã. O evento deve ocorrer na segunda-feira (08) e chama atenção o local escolhido.

"O senador chega no final de semana e na segunda-feira deve ocorrer um café da manhã. Vamos discutir com ele a liberação de emendas. Serão R$ 2 milhões para a Capital por meio da bancada progressista na Capital. Vamos saber como essas emendas serão locadas", afirmou.

No evento, também será discutida a relação do partido com a gestão  de Dr.Pessoa.

"Vamos discutir também a relação dos Progressistas com a Capital. Nossos interesse é de marchar juntos e conseguir recursos para a capital", disse.

Edson Melo diz que falta habilidade política para nova equipe da prefeitura

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O vereador Edson Melo (PSDB) fez críticas ao que ele chama de  falta de habilidade política da prefeitura de Teresina. O tucano afirma que a atual gestão tem encontrado de dificuldades para resolver problemas como a greve no sistema de ônibus e na entre os profissionais da enfermagem. 

“Falta de habilidade política. A condução política da prefeitura deve ter uma revisão. Isso para que se tenha um diálogo entre as categorias. Mas o que vemos por parte da prefeitura são colocações muitas vezes provocativas”, afirmou.

Ele lembra que a greve no transporte coletivo é a mais longa da história do Piauí. 

“Nunca vimos uma greve tão longa em Teresina. Nunca aconteceu. Há uma falta de negociação, tolerância e bom senso de ambas as partes. Tem que haver diálogo e solução o quanto antes. Esse negócio de se falar em municipalização, nova licitação, é coisa para se resolver em um ano. O pessoal não aguenta mais. Com relação a esse problema da saúde, que cortaram insalubridades, vantagens, e até salários de profissionais da área da saúde, deveria ser conversado com uma certa antecedência e que houvesse um diálogo. Foi algo muito abrupto. A pessoa recebe seu contracheque e achar que iria receber um valor e recebe menos da metade”, destacou. 

Dr. Pessoa cancela parte da agenda para reencontra homem que o ajudou na infância

Foto: Ascom

O prefeito de Teresina, doutor Pessoa suspendeu parte da agenda administrativa da manhã desta quarta-feira (03),  para visitar o senhor Filomeno Vieira da Rocha, o seu “Dandô”, que está internado em hospital de Teresina com diagnóstico de derrame pleural. O quadro clínico é considerado estável.

Seu Dandô, 94 anos,  era quem levava Dr.  Pessoa para trabalhar na roça, na zona rural de Água Branca. Segundo o prefeito, assim conseguia sustentar os pais que eram cegos. O prefeito era carregado por Dandô nas costas já que só veio aprender a andar aos 5 anos de idade devido a um quadro de  desnutrição.

PDT deve usar estratégia de 2020 para montar chapas de deputados em 2022

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O presidente municipal do PTD, vereador Evandro Hidd, afirma que o partido já começou o trabalho para a formação das chapas proporcionais para deputado federal e estadual. 

“A ideia é trabalhar e montar uma chapa de candidatos a deputados estadual e federal que estejam alinhados com nosso pré-candidato a presidente da República, que é o Ciro Gomes. Para chegar em 2022 com o mesmo sucesso que tivemos em 2020, quando elegemos três vereadores. Na mesma linha, queremos fazer dois ou três deputados estaduais e um federal. Estamos em definições dentro do partido”, disse. 

Segundo ele, o partido não buscará nomes com grande projeção de votos. Essa deve ser a estratégia que será usada pela maior parte dos partidos, como forma de atrair lideranças. 

“Não adianta ter um bom nome, que afaste outros 30 bons nomes. Precisamos fazer essa equação para ter os 45 nomes para deputado estadual, se a legislação não mudar, seriam 45 candidato a deputados estadual e 15 a deputado federal. Vamos equacionar e montar o partido. Já temos lideranças do interior e muita gente procurando o partido”, destacou. 

Partidos começam a estabelecer teto de votos para chapas de 2022

Os partidos já trabalham a forma das chapas proporcionais de 2022. Algumas legendas já falam em estabelecer teto de votos, como ocorreu na eleição municipal em que as coligações proporcionais foram proibidas. 

É o caso do PSL. A legenda estuda fazer uma chapa sem nomes com grande projeção  de votos.

"Estamos com um plano de ação para ser executado durante os 12 meses. Ontem fizemos a primeira reunião com a participação  do presidente Sérgio Bandeira, e também, os vereadores Enzo e Zé Filho. Vamos conversar com homens e mulheres de bem. Temos a meta que para ser candidato a federal não pode ter mandato e no máximo tenha tido 25 mil votos na eleição passada. Vamos convidar os ex-vereadores Joninha, Major Paulo Roberto, entre outros. Vamos conversar. Serão 12 meses para buscar 10 homens e 5 mulheres para fazer a chapa", disse.

No caso do diretório municipal comandado pelo médico Daniel França, Luis André afirma que alguns cargos terão mudanças. 

"A comissão provisória municipal vai ser renovada. Ele está viajando. Mas vamos renovar e de seis em seis meses fazendo mudanças de cargos estratégicos com pessoas como ex-prefeitos e mulheres de destaque", afirmou

Bruno Vilarinho tem conversa com Dr. Pessoa e PTB espera espaço na gestao

Foto: Roberta Aline

O presidente municipal do PTB, Bruno Vilarinho, se reuniu com o prefeit Dr. Pessoa (MDB). Eles discutiram a possibilidade  do partido assumir um espaço  na gestão.

O PTB apoiou Dr. Pessoa na campanha, mas não conseguiu ocupar cargos na gestão municipal.

"Com certeza Dr. Pessoa dará espaço para o PTB. No momento oportuno, vai chamar o PTB para ter o espaço na prefeitura. Ontem conversei com ele e vamos conversar sobre o que for melhor para Teresina", destacou.

Na presidência municipal, Vilarinho afirma que não foi avisado de reunião para discutir o futuro do partido. O encontro ocorrerá dia 18.

Os deputados da sigla devem deixar o PTB. Isso porque, a direção nacional proíbe aliança do PTB com o PT. No Piaui, o partido apoio o governo de Wellington Dias (PT). 

"Vi pela mídia que vai ter uma reunião  do PTB pela midia no dia 18. Como presidente municipal do PTB não fui informado, mas acredito que nosso presidente João Vicente irá nos comunicar para aproveitar esse momento e tratar do PTB em Teresina. A questão dos suplentes para participar dessa discussão", disse.

 

 

Posts anteriores