Cidadeverde.com

Flávio Dino cita a bíblia e não descarta candidatura a presidente

Foto: AnaliceBorges/ Cidadeverde.com

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), evita falar abertamente sobre a disputa presidencial de 2022. Cotado para ser adversário do presidente Jair Bolsonaro (PSL) na disputa, ele cita a bíblia, mas não descarta. 

"A eleição de 2022 está muito longe. Eu sigo o mandamento bíblico do livro de Eclesiástico II, que diz que "há tempo para todo propósito debaixo do céu, ou seja, haverá o tempo para debater eleições, tempo de gestão, tempo de governo, de modo que as especulações e discussões existem, mas sem sentido prático", disse.

Dino defende o diálogo e critica o que chama de estratégia fascista para calar a democracia. 

"Eu acredito no debate político. Quanto mais debate político ocorra é positivo para o Brasil. A democracia precisa de políticos que participem do debate nacional. Isso é positivo. Apenas mentalidades fascistas e autoritárias querem engessar o debate e eliminar os possíveis adversários. Quanto mais gente opinando e participando melhor para o Brasil", disse.