Cidadeverde.com

Themístocles diz que decisão se baseou em informações inverídicas

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Themistocles Filho, criticou a decisão do desembargador, Raimundo Nonato Alencar, que barrou a tramitação da Reforma da Previdência do Estado. Segundo ele, os argumentos usados são inveridicos.

Ele afirma que a Assembleia já havia se manifeatado que a audiência pública seria na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

"Repito o que disse na quinta-feira(05). A decisão vai para a CCJ para uma audiência pública. Afirmei na quinta, sexta, todos os dias. Informaram ao TJ algo qu não é verídico. A decisão foi equivocada", afirmou.

Themistocles disse que a votação do orçamento está comprometido. 

"A decisão se baseou no regimento interno da Assembleia. Não estou preocupado com isso. Vai atrasar o orçamento. Nem sei se o orçamento vai ser votado esse ano. Várias matérias vão ser prejudicadas", destacou.