Cidadeverde.com

Deputado Assis Carvalho diz temer veto de Bolsonaro ao coronavoucher

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O presidente do PT do Piauí, deputado federal Assis Carvalho (PT), não descarta a possibilidade de veto do presidente Jair Bolsonaro, a parte da medida que garante auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600 a trabalhadores informais. 

Conhecida como “coronavoucher”, a medida visa atender os mais pobres durante a crise econômica provocada pelo isolamento social.  Assis afirma que a união da oposição e do Centrão levou ao aumento de R$ 200 para R$ 600 de auxílio.

A medida será analisada agora pelo Senado e depois seguirá para a sanção presidencial. 

“Esse auxílio que foi aprovado pela Câmara vai para o Senado e depois para a sanção presidencial, mas acho que ele vai acabar decretando o veto.  Foi um avança razoável, sobretudo na contribuição da oposição no parlamento, em diálogo com o Centrão, conseguimos construir um bom texto. Conseguimos fazer algumas contribuições podendo chegar até 1.200”, disse.