Cidadeverde.com

“PT não precisa correr atrás de prefeitos”, diz deputado Assis ao comentar ADI do Progressistas

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O presidente estadual do PT, deputado Assis Carvalho, afirma que para o partido, a prorrogação do prazo de filiações partidárias seria irrelevante. Para ele, o PT tem uma cultura interna diferente quando o assunto é formar lideranças, a legenda faria a formação de líderes e “não precisa correr atrás de prefeitos”.

A declaração de Assis se deve a Ação de Direta de Inconstitucionalidade (ADI) do Progressistas, que pede a suspensão, por 30 dias, do prazo de filiações. 

“O PT tem uma forma diferente de tratar de filiações. Não precisamos correr atrás de prefeitos para inchar o partido. O PT tem uma forma diferente de trabalhar. Essa questão das filiações não interferem no nosso partido, como ocorre com os outros partidos”, destacou.

O Progressistas é o partido que mais tem conseguido filiações, no Piauí, nas eleições deste ano. A legenda comemorou a marca de ter atingido o número de 90 gestores municipais  e quer mais tempo para filiações.

Assis voltou a se manifestar contra a Proposta de Emenda das Constituição (PEC), que pede o cancelamento das eleições 2020, com a prorrogação dos mandatos de prefeitos e vereadores até 2022.

“O PT já afirmou que não vai se manifestar quanto a isso. O partido considera que o momento é inoportuno. Porém, a minha opinião, é que não pode se prorrogar mandatos sem combinar com o povo. Eu sou totalmente contra essa proposta”, afirma.