Cidadeverde.com

“Terei mais tempo para me apresentar como pré-candidato”, diz Kleber Montezuma

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O pré-candidato do PSDB a prefeito de Teresina, Kleber Montezuma, avalia como positivo o adiamento das eleições municipais. Segundo ele, o adiamento significa mais  tempo para se  apresentar ao eleitor como pré-candidato.

“O adiamento é uma atitude responsável do Congresso Nacional. Levando em consideração o que pensa o TSE e os médicos. Tem o entendimento de defesa da vida. E é uma oportunidade para que eu possa me apresentar como pré-candidato a prefeito de Teresina. Fui secretário de Educação por três mandatos, com uma educação bem avaliada. As famílias dos alunos avaliam positivamente o trabalho feito nas escolas, mas não sabem que quem estava à frente, liderando essa equipe era o Kleber Montezuma. Não sabem que é o mesmo que é pré-candidato. Eles agora podem saber que quem liderava aquele time é o Kleber Montezuma. Temos uma experiência administrativa e capacidade de gestão comprovadas. As pessoas não sabem que somos pré-candidato. Esse tempo nos dará essa oportunidade”, destacou. 

O prefeito Firmino Filho (PSDB) ainda não declarou oficialmente que Kleber é o candidato do grupo tucano. Porém, a deputada estadual e primeira-dama, Lucy Soares, se adiantou e gravou vídeo manifestando apoio ao ex-secretário. Kleber disse que o apoio da parlamentar é fundamental. 

“Me sinto honrado com  manifestação da deputada Lucy Silveira. Ela me conhece há muitos anos. Receber o apoio dela e essa manifestação pública, quando ainda estamos formando uma pré-candidatura, nos fortalece bastante e nos encoraja para seguir em frente”, destacou. 

Kleber afirma concordar com a posição do prefeito Firmino Filho de evitar falar de política no momento. 

 “Acho que o prefeito está absolutamente correto quando se dedica à defesa da vida. Um prefeito em momento de crise tem que se dedicar a enfrentar essa crise. A questão da eleição vai vir em outro momento quando a crise estiver equacionada. Primeiro é cuidar da cidade. Mas na frente quando se observar que a crise estiver controlada, a cidade será chamada a fazer uma escolha. Todos nós, cada um vai poder se manifestar. O prefeito se comporta como a cidade espera e precisa que ele se comporte”, afirmou.