Cidadeverde.com

Morte de Assis Carvalho: conheça trajetória do líder político

 

A cena política do Piauí perde um dos seus importantes nomes. A morte do deputado federal, Assis Carvalho, 59 anos, causou tristeza e deixou atônicos  aqueles que acompanharam a trajetória política do homem que ajudou a construir a história do Partido dos Trabalhadores (PT) no Piauí. 

Para o PT, a perda do líder político representa um abalo, também, nas estratégias eleitorais da sigla para 2020. Era Assis, presidente estadual do partido,  quem comandava as estratégias e negociações da legenda nas principais cidades do Piauí. O PT tem como meta eleger 50 prefeitos no estado. Assis estava na linha de frente. A missão fica agora com o vice-presidente. O cargo é ocupado pelo prefeito da cidade de Hugo Napoleão, Hélio Rodrigues, até a legenda escolher o novo presidente. 

No momento de despedida, Assis é lembrado por companheiros da jornada política como um homem de luta. Ele defendia os interesses do partido e batia de frente com adversários no trabalho de garantir importantes posições para a legenda, na composição política da direção dos municípios de maior relevância para o estado. 

Na trajetória do homem e líder político é importante destacar que o filho de Oeiras mudou-se para Teresina para estudar. No ano de 1980 virou bancário na  Caixa Econômica Federal, em 1980. Formou-se em Letras pela Universidade Federal do Piauí. 

No ano de 1991, ele se filiara ao PT. Foi eleito deputado estadual em 2006. Foi secretario da Saúde, do Detran presidiu a Agespisa.  Desde 2011, Assis Carvalho era deputado federal e estava no terceiro mandato. Também exercia o segundo mandato de presidente estadual do PT Piauí. 

O deputado era casado e deixou a esposa, três filhos e um neto.