Cidadeverde.com

Major Diego critica segurança pública: “Teresina é refém de facções criminosas"

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O candidato do Patriotas a prefeito de Teresina, Major  Diego Melo, faz duras críticas à segurança na capital. Segundo ele, a cidade virou refém de facções criminosas.

Major Diego afirma que a situação teria se agravado com a gestão do ex-secretário Fábio Abreu, que também é candidato a prefeito.

 “ Facções criminosas que dominam São Paulo e o Rio de janeiro agora estão em Teresina. Somos reféns de facções criminosas. A pessoa que destruiu a segurança, que acabou com o Ronda Cidadão e com o guardião eletrônico e com o policiamento aéreo, que nunca fez concurso público e deixou a Polícia Militar com os piores salários, quer ser prefeito. O dinheiro de emendas deles sempre foi para obras politiqueiras no interior do estado”, afirma. 

Para o candidato do Patriotas, as  gestões do PSDB, na capital, e do PT, no estado, levaram a cidade ao atraso. Ele lembra que a maior parte dos candidatos se liga ao Palácio do Karnak e ao Palácio da Cidade. 

“A campanha iniciou e as pessoas começaram a entender que foram enganadas a vida toda. Principalmente, pelo PT, PSDB e aliados. Temos uma dezena de candidatos. Todos ligados a esses palácios e grupos políticos que mandam em Teresina a década. Destruíram a segurança, saúde, educação, cultura e turismo. O povo de Teresina sabe que se colocarem qualquer um deles, amanhã eles vão dividir e aumentar  impostos e cargos para ficar com tudo de Teresina e jogar as migalhas para o povo. Construímos uma oposição da política de verdade. Estamos distante dessa política viciada e corrupta. A Polícia Federal tem visitado Teresina. Temos 25 candidatos a vereadores. Estamos começando a andar e chamar o povo a debater os problemas”, afirmou.

Fábio Abreu se defende das críticas. "Aquele que está em uma disputa e faz uma crítica direcionada dessa forma não tem condição de ser gestor. Todos sabem que o problema da segurança não se resolve só com o secretário colocando policiais nas ruas, reprimir e prender.  O papel do gestor é fazer que o jovem não saia da escola. Isso cabe à Prefeitura. Quando o municipio faz um papel forte, é pequeno o número de pessoas no crime", afirmou.