Cidadeverde.com

Fábio Novo pede investigação sobre suposto uso da prefeitura para favorecer Kleber Montezuma

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O candidato do PT a prefeito de Teresina, Fábio Novo, entrou com pedido de investigação junto ao Ministério Público Eleitoral contra possível uso da máquina da Prefeitura de Teresina na campanha. Segundo a ação, o prefeito Firmino Filho (PSDB) realizou entrega de títulos de regularização fundiária no conjunto Frei Damião como forma de beneficiar o candidato Kleber Montezuma.

Fábio Novo afirma que as entregas configurariam abuso do poder político no pleito. Ele pede investigação e diz que deve entrar com novas denúncias. 

“Sou a favor da regularização fundiária. É uma das bandeiras que defendo porque Teresina tem 80 mil famílias sem regularização fundiária. Estranho que na véspera das eleições o prefeito Firmino Filho faz a entrega de títulos no conjunto Frei Damião, com recursos que foram encaminhados pelo governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Tem bastante tempo. Por que só entregou no período da eleição? Isso desequilibra o pleito. Quando o prefeito entrega, antes vai uma equipe dele e coloca que é uma reivindicação do candidato Kleber Montezuma. Precisamos investigar. As famílias precisam ser regularizadas, mas usar isso politicamente na véspera da eleição desequilibra o pleito”, destaca.

Novo questiona o fato da prefeitura realizar a entrega na véspera da eleição e não esperar o fim do processo. Segundo ele, seria uma estratégia para desequilibrar o pleito. 

“É claro que isso vai impactar nas eleições. As pessoas que recebem o benefício ficam mais tendenciosas a votar no candidato da prefeitura, que é usada de forma descarada na eleição. Ajuizamos um pedido de investigação judicial junto à Justiça Eleitoral e juntamos as provas e hoje mais uma vez continua-se estuprando a Justiça Eleitoral ao fazer entregas de mais de 2 mil títulos. Poderia deixar para entregar depois da eleição. Quem esperou até agora pode esperar até depois do dia da eleição”, disse. 

A assessoria jurídica do candidato Kleber Montezuma afirma que ainda não foi notificada. “Só iremos nos manifestar após sermos citados e recebermos a notificação”, diz o advogado Carlos Yuri.