Cidadeverde.com

Edson Melo diz que composição da Mesa Diretora não deve se basear em oposição e situação

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

A Câmara de Teresina elege a nova composição da Mesa Diretora da Casa no dia 1º de janeiro. Porém, os vereadores ainda não chegaram a consenso com relação às vagas de primeiro vice-presidente e primeiro-secretário.

No caso da vice, a vaga é disputada entre o PT e PSDB. Os petistas apresentaram o nome do vereador Deolindo Mouro e os tucanos lançaram o nome do presidente municipal, vereador Edson Melo. 

Segundo Edson, o critério deve ser o tamanho da bancada e não questões políticas como quem é situação ou oposição. 

“Ainda temos esperança que tenha um consenso e que seja respeitada a proporcionalidade da bancada na Casa. Queremos que a Mesa Diretora da Câmara não seja partidarizada. Baseado na proporcionalidade da bancada, o PSDB tem uma bancada maior. Se a composição da Mesa for baseada  em partido de situação e oposição, a vez seria do PT. Mas acredito no respeito como todas as casas legislativas do Brasil, que se respeitem a proporcionalidade das bancadas”, disse. 

 O vereador afirma que o PSDB não será obstáculo à gestão de Dr. Pessoa. Segundo ele, a sigla votará a favor da reforma administrativa. Edson avalia que o melhor seria acomodar oposição e situação. Segundo ele, se não houver consenso, ele não irá para disputa.