Cidadeverde.com

Marcelo Castro descarta a possibilidade de Henrique Pires deixar o MDB

Foto: Roberta Aline

O presidente estadual do MDB, senador Marcelo Castro, pediu calma aos deputados do MDB, que estão preocupados com a formação da chapa proporcional da sigla. Segundo ele, o partido contará com o apoio do governador Wellington Dias (PT) para resolver a questão. Um encontro deverá ocorrer em breve.

Marcelo disse descartar a possibilidade de nomes como o deputado Henrique Pires deixar a sigla.

"Henrique Pires é um membro histórico do MDB. Foi presidente nacional do MDB Jovem por muitos anos. Foi presidente nacional da Funasa (Fundação Nacional de Saúde). É um dos cargos mais importantes do Brasil. Se tiver uma pessoa identificada historicamente com o MDB,é o Henrique Pires. É natural que ele ou qualquer pessoa que vai disputar a eleição agora fique preocupado sem saber como vai ser essa legenda já que será exclusivamente  do partido", afirmou o senador Marcelo Castro, presidente do Diretório Estadual do MDB.

Marcelo Castro disse  ainda que é contra o Congresso alterar a regra eleitoral que coloca fim nas coligações proporcionais.

"Se fala nisso.  Acho improvável, mas no Senado do que na Câmara. Isso foi um passo importante depois de uma luta muito grande. A proibição de coligações proporcionais veio no sentido do fortalecimento dos partidos. Isso significa fortalecimento da democracia. Voltarmos atrás  nessa decisão, seria um retrocesso muito grande para o processo democrático no Brasil. Não concordo e trabalharei contra. Não acredito que isso ocorra", disse o senador.