Cidadeverde.com

PL articula formação de chapas e convida parlamentares para o partido

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O ex-deputado Mainha participa do processo de articulação da formação das chapas do PL na disputa por vagas na Assembleia Legislativa do Estado e na Câmara Federal. Segundo Mainha, o cenário de Brasília mostraria que dificilmente ocorrerá uma mudança nas regras eleitorais para 2022. Com isso, o partido trabalha para se organizar sem as coligações proporcionais. 

Segundo Mainha, na base do governo o entendimento é que deverão sobreviver apenas cincos partidos aliados. 

“Primeiro falar que não deverá haver mudanças nas regras para 2022. O país tem 33 partidos, devem sobreviver seis ou sete. No Piauí, só quatro ou 5 partidos possam lançar chapas competitivas para eleger representação. O trabalho a nível de bancada estadual é bem articulado pelo presidente Fábio Xavier, nosso presidente. Deputados estaduais de outros partidos que não vão conseguir formar chapa e são da base do governo estão em conversação. Conversei com a deputada Janaína, Nerinho e acredito que é uma chapa alinhada ao governo que será bem consistente”, comentou.

Na disputa por vagas na Câmara Federal, o partido negocia a filiação do ex-deputado Paes Landim. A chapa deve ter ainda o vereador Leonardo Eulálio. 

Na questão federal, tem uma determinação do próprio presidente do partido que não quer perder a sua representação no Piauí. Já temos o deputado federal Fábio Abreu. Ele pessoalmente articula com o Paes Landim. Temos o Leonardo Eulálio como vereador, o próprio Fábio Abreu que já é deputado. Vamos formar uma boa bancada de federal. Certamente vamos analisar alguns parlamentares que estejam em partidos que não conseguiram formar chapa ou que por ventura em partido de oposição que possa ser bem recebido no PL. Essa é uma decisão que se toma no coletivo, escutando o governador”, disse.