Cidadeverde.com

PL pode ser caminho para deputada Margarete Coelho em 2022

Foto: Arquivo/CidadeVerde.com

Os governistas garantem que a deputada federal Margarete Coelho seguirá na base aliada do governador Wellington Dias (PT). Para isso, ela deverá deixar o Progressistas e o grupo do senador Ciro Nogueira, que lança na segunda-feira a pré-candidatura a governador. 

Segundo fontes do Palácio de Karnak, o PL pode ser o caminho de Margarete. Nacionalmente, o partido é alinhado ao presidente Jair Bolsonaro. Mas tem sido procurado pelo ex-presidente Lula, que busca formar uma frente com partidos de esquerda e de centro.

No Piauí, o PL é visto como uma legenda que funcionará como partido de suporte para deputados que vão mudar de sigla. A sigla também se coloca à disposição para receber parlamentares de siglas da oposição, como os progressistas que desejam continuar na base.

Segundo informações, o governador Wellington Dias (PT) tem conversado com o presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto. 

Além da história que possui no Progressistas, outra fator que pesaria contra a Margarete seria o alinhamento dela com o presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas).