Cidadeverde.com

CPI do Transportes estabelece calendário e reponde Edson Melo sobre grupo

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

Os membros da CPI do Transporte se reuniram na manhã desta quinta-feira (17) na Câmara de Teresina. Eles fecharam o calendário de atividades  para as próximas fases de depoimento que retornam na próxima semana. Os depoimentos de membros da atual gestão ficarão para a última fase. 

Dudu nega crise e afirma que o grupo trabalha em harmonia. “Estabelecemos um calendário extenso de ações da CPI. Iremos continuar com as oitivas a partir da próxima semana. Mas paralelo a isso, se faz necessário que tenhamos tempo para analisar  o que foi colocado por vários membros da CPI, várias questões importantes como a necessidade de ter um olhar e uma análise externa de algumas informações e alguns dados que chegam”, afirmou. 

A CPI trabalha a possibilidade que convocar ex-gestores e o gestor atual da Secretaria de Finanças. “Na terça-feira vamos ouvir ex-procuradores gerais do município e um grupo de motoristas e cobradores que querem conversar  porque não estão ligados ao sindicato, mas querem depor. Em seguida vamos ouvir o SETUT e uma empresa que operou o consórcio Timon City. E no dia 29 vamos ouvir a gestão atual por meio da PGM e Strans. Estamos analisando convocar ex-gestores e o gestor atual da secretaria de Finanças”, disse.

O vereador alfinetou o tucano Edson Melo, que reuniu ex-gestores da Strans, para criar um grupo de trabalho que irá apresentar uma proposta para acabar com a crise do transporte da capital. 

“Parabenizo quem nunca quis compor uma CPI com legitimidade partidária e de bancada. Todo e qualquer cidadão que queira apresentar qualquer proposta para melhorar qualquer  serviço na nossa cidade, é de bom termo. O Edson Melo tem nove mandatos e  se encontra há quase 40 anos junto da ex-gestão da prefeitura de Teresina.  Nunca é tarde para ter essa iniciativa agora. Antes tarde do que nunca”, declarou.