Cidadeverde.com

Marcelo Castro diz que base perdeu o tempo para buscar consenso sobre o TCE

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O senador Marcelo Castro (MDB)  manifesta preocupação com a possibilidade da disputa pela vaga de conselheiro do TCE deixar marcas na base aliada. Segundo ele, o grupo perdeu o tempo de um consenso e uma disputa menos traumática entre os deputados José Santana (MDB), Wilson Brandão (Progressistas), Flora Izabel (PT) e Flávio Júnior (PDT).

“O ideal é que houvesse um entendimento. Já que todos os candidatos são da base do governo. Isso precisa de certa habilidade e compreensão. Não sei se já não passamos do ponto. Talvez se tivesse feito isso mais cedo pudesse ter uma campanha que ninguém depois se sentisse preterido. Isso seria o ideal já que os quatro deputados são da base do governo. O ideal seria uma disputa imparcial e quem perdesse nãos e sentisse preterido. Não é bom para o grupo que alguém que perca se sinta magoado”, disse.

O deputado José Santana se reuniu com um grupo de deputados do partido e pediu apoio. No encontro, foi defendido que Marcelo contribuísse pedindo da legenda apoio para Santana. 

Marcelo afirma que buscará ajudar o membro do partido, mas lembra que também tem relações políticas e pessoais com os outros parlamentares envolvidos na disputa. 

“Sou o presidente regional do partido. Sou amigo do Santana como sou amigo do Wilson Brandão, do Flávio Júnior e da Flora Izabel. Todos votaram em mim para senador. Devo fineza, gentileza e apoio a todos eles. Evidentemente que sendo do MDB vou trabalhar e torcer pelo nosso candidato”, avalia.