Cidadeverde.com

Evaldo Gomes diz que suplência é do Solidariedade e nega pressão

O presidente do Solidariedade, Evaldo Gomes, diz que não há ameaça a indicação da segunda suplência de senador, na chapa governista, pelo Solidariedade. Para ele, a definição do nome é uma questão secundária.

A resposta deve ser dada pelo ex-governador Wellington Dias, pré-candidato ao Senado, até o dia 20. A convenção do bloco governista será dia 23. Os nomes apresentados pelo partido são o já suplente de senador José Amauri, o vereador de Parnaíba Daniel Jackson e Edvan Silva.