Cidadeverde.com

Sem acordo, vereadores do Progressistas devem deixar o partido

Foto: Lídia Britto

Terminou sem acordo a reunião entre o presidente municipal do Progressistas, Aluísio Sampaio, e os vereadores Neto do Angelim e Valdemir Virgino. O partido entende que não pode atender as reivindicações dos dois parlamentares e não aceita a presença deles no palanque de Rafael Fonteles (PT).

Sem entendimento, a tendência é que os dois parlamentares deixem a sigla. 

O ministro Ciro Nogueira já informou que o partido não fará nenhum tipo de perseguição e nem irá expulsar os parlamentares, mas entende que o partido tem um líder maior. A decisão é que o partido está fechado com Bolsonaro, assim não aceita nenhum tipo de apoio ao Partido dos Trabalhadores. 

Agora é esperar quando os parlamentares deixarão a sigla. Eles serão liberados e não perderão o mandato. 

O caminho deve ser a filiação ao Republicanos, partido do prefeito Dr. Pessoa.