Cidadeverde.com

PT descarta apoiar candidato de outro partido no primeiro turno em Teresina

Foto:Arquivo/CidadeVerde.com

Alguns partidos aliados da base do governador Wellington Dias (PT) preparam nomes para serem candidatos a prefeito de Teresina em 2020. Alguns pré-candidatos, como o deputado Georgiano Neto (PSD), afirmam desejar o apoio do governador. Esse interesse dos aliados tem repercutido diretamente no Partido dos Trabalhadores.

Lideranças do partido reagem e defendem que o PT não pode abrir mão de ter candidato a prefeito em 2020. A estratégia da legenda é conversar com siglas como PSD e MDB, que já manifestam o desejo de ter candidatura própria, para a formação de um grande bloco de oposição no segundo turno. 

Mas no primeiro turno, a legenda não abrirá mão da candidatura própria. O partido deve ter como candidato o vereador Dudu. É orientação da Executiva Nacional que o partido use o pleito de 2020 para defender algumas bandeiras como a liberdade do ex-presidente Lula. 

Na eleição de 2020, o cenário que se desenha é que o prefeito Firmino Filho (PSDB) e o presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, estarão de um lado. No outro palanque, estarão as forças políticas ligadas ao governador Wellington Dias. 

Entre lideranças  ligadas ao governador, encontra-se o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho (MDB). Na oposição a Firmino, o MDB deve ocupar um papel de destaque. O partido poderá lançar o presidente da Câmara de Teresina, vereador Jeová Alencar, como candidato.