Cidadeverde.com

Vereador diz ser vítima de perseguição e troca farpas na Câmara

Foto: Ascom

O vereador Ítalo Barros afirma ser vítima de perseguição de membro do governo Wellington Dias  ( PT). O parlamentar conta que um membro do governo tentaria prejudicá-lo na sua base política na região do bairro Pedra Mole. 

O parlamentar afirma que um parlamentar usa a estrutura do governo para persegui-lo. "Eles temem o meu potencial político e buscam me atacar. Estou juntando provas e vou mostrar para a sociedade a verdade", destacou.

O vereador também trocou farpas com o vereador Major Paulo Roberto. Durante discurso sobre o emprego dos recursos do Finisa, Ítalo usou o termo "orgasmo mental" para falar que a oposição crítica o prefeito Firmino Filho sem motivos. 

O vereador Major  Paulo Roberto disse que o termo é inadequado. Os dois bateram boca.

"Nenhum vereador  tem moral para falar de mim. Esse governador deve ser muito bom porque não se pode criticá-lo que tem vereador que perde a noção aqui", disse Ítalo.