Cidadeverde.com

PT faz encontro e busca consenso para eleição da direção municipal

Foto:Ascom/Parlamentar

O Partido dos Trabalhadores realizou encontro neste sábado (18). A pauta principal foi a discussão sobre a eleição que irá escolher o novo presidente municipal  da sigla. O cargo ganha importância especial já que o próximo ano serão realizadas eleições municipais.

Lideranças do partido buscam evitar uma disputa interna, porém o atual presidente Gilberto Paixão deve enfrentar o grupo do deputado estadual Cícero Magalhães. Apesar das tentativas de consenso, Cícero afirma que manterá a candidatura a presidente.

A eleição deve ser realizada no mês de setembro. No momento, a probabilidade de disputa interna é grande. Lideranças temem que a disputa pela presidência possa prejudicar o fortalecimento do partido para a eleição de 2020. O PT quer lançar candidato próprio em Teresina.

Disputa pela prefeitura de Oeiras acirra briga entre Assis e B. Sá Filho

A disputa acirrada entre o presidente do PT, deputado federal Assis Carvalho, e o deputado estadual, B. Sá Filho (Progressistas), não é motivada apenas pela disputa por cargos de segundo escalão. Os atritos de hoje já possuem ligações com a disputa eleitoral de 2020.

Assis deve lançar um candidato a prefeito da cidade junto com o grupo político da família Tapety contra o candidato da família B. Sá. O nome mais cotado é de Vanessa Tapety. Ela foi candidata a vice-governadora na chapa encabeçada por Dr. Pessoa (sem partido) em 2018.

A vitória na disputa pelo comando da hospital regional de Oeiras pode significar o enfraquecimento político do grupo adversário. Até o pleito do próximo ano, o clima de disputa deve se acirrar na primeira capital.

Mão Santa usa redes sociais para confirmar filiação ao Democratas

Foto: Letícia Santos

O prefeito de Parnaíba, Mão Santa, usou as redes sociais para anunciar que irá se filiar ao Democratas. Ele era filiado ao Solidariedades, mas deixou a sigla após desentendimentos com o ex-deputado, Dr. Pessoa (sem partido), que era presidente da sigla.

O atual presidente do Solidariedade, deputado Evaldo Gomes, chegou a convidar Mão Santa para retornar ao partido, sem êxito. O prefeito preferiu aceitar convite do ex-deputado Heráclito Fortes para se filiar ao Democratas. 

“Com alegria comunico nossa filiação ao @democratas25. Agradeço o apoio do amigo @heraclitofortes”, disse. 

PDT pede mais estrutura na Secretaria de Turismo e retorno de Flávio Júnior é dúvida

Foto:Arquivo/CidadeVerde.com

A possibilidade do deputado estadual, Flávio Nogueira Júnior (PDT), assumir o comando da Secretaria de Turismo é remota. O PDT indicou a advogada Karina Tomás Câmara para o comando da pasta, mas o retorno do parlamentar à pasta seria visto como uma forma do governador acomodar outros aliados na Assmebleia Legislativa.

Porém, o partido pede que o governador melhore a estrutura destinada a pasta. De acordo com o deputado federal, Flávio Nogueira, pai do deputado estadual, essa seria uma exigência de órgãos de controle como o Tribunal de Contas do Estado. 

“É muito arcaico o  organograma da Secretaria de Turismos. Há a necessidade de que criar uma superintendência e uma gerencia de engenharia. Como vai se tocar projetos de turismo sem ter uma estrutura e pessoas capacitadas. O próprio Tribunal de Contas do Estado exige isso.Temos que ter mais estrutura para termos mais organização. Até mesmo para que  o órgão fiscalizador veja que as ações sejam feitas de acordo com o cobrado”, afirma. 

Governador se reúne com Fábio Novo na segunda-feira

A reunião entre o governador Wellington Dias (PT) e o deputado estadual, Fábio Novo (PT), irá ocorrer na segunda-feira (20). O encontro é aguardado pelos Progressistas.

O partido espera que Fábio Novo assuma a Secretaria de Cultura. Se isso ocorrer, o deputado Júlio Arcoverde (Progresisstas) retorna à Asembleia Legislativa do Estado e o partido ainda consegue manter a vaga da deputada Belê Medeiros, que é suplente.

Novo retornou na quarta-feira de viagem à Espanha. E hoje seguiu para São Paulo. Ele retorna no domingo e segundo conversa com o governador.

"Todos ligados a B.Sá FIlho votaram em Luciano Nunes", diz Assis Carvalho

Foto: Arquivo Cidadeverde.com

O presidente do PT, deputado federal Asiss Carvalho, se manifestou pela primeira vez sobre a polêmica com o deputado estadual B.Sá Filho.  O Progresistas disputa com o petista a indicação do diretor do Hospital Regional de Oeiras.

B. Sá afirmou que Assis Carvalho e o PT querem impor um critério para a divisão dos cargos de segundo escalão no interior do Estado. Para B.Sá, o critério seria "a pele vermelha" se referindo a cor do PT.

Assis afirma que deve pesar o critério da fidelidade. Segundo ele, o grupo ligado a B.Sá não votou no governador.

"Se o deputado B.Sá mostrar algum santinho, alguma coisa que mostre que o grupo fele votou no governador eu nao digo nada. Todos ligados a ele votaram no Luciano Nunes. Todos sabem disso. O que deve pesar é a fidelidade", respondeu.

Júlio Arcoverde responde Franzé Silva sobre críticas: " desinformado"

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com 

O presidente do Progressistas, deputado Júlio Arcoverde, reagiu as às declarações do deputado Franzé Silva  ( PT).  Segundo Ele, o petista é desinformado e não sabe das relações travadas entre o Progressistas e o governador Wellington Dias.

Em entrevista ao CidadeVerde.com, o deputado do PT afirmou que o retorno de Júlio Arcoverde á Assembléia legislativa do Estado causou "embaraço" ao governador. 

Júlio afirma que só conversa com o governador e não precisa avisar Franzé  sobre os acordos firmados. 

" O governador já sabia dessa situação. Há muito tempo ele já sabia. Preciso comunicar ao governador e não ao deputado Franzé Silva.  Wellington Dias sabia há mais  de 20 dias quando conversou com o senador Ciro Nogueira. Não estou aqui para criar dificuldades para o Governador, mas para ajudá-lo como fiz desde quando estou na Assembleia Legislativa.  Ele precisa conversar mais com o governador", destacou Júlio Arcoverde.

B. Sá filho reage a critérios e diz que Assis Carvalho quer tudo

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O deputado Progressistas, B.Sá, reagiu contra a mudança no critério para indicação dos diretores de hospitais regionais. Segundo ele, o deputado Assis Carvalho e o PT planejam monopolizar todas as indicações.

O deputado diz que a insatisfação é generalizada na base aliada.

"Meu grupo político, como o Progresisstas, como os próprios partidos da base não estão satisfeitos com a alegação para indicação de cargos nos municípios. Estão excluíndo os hospitais regionais. Eles alegam que tem que ser técnicos. Temos técnicos. Esse critério técnico é a cor vermelha", disse.

Questionado se o interesse maior seria do deputado Assis Carvalho ele diz que sim.

"Claro. Com certeza. É o critério para poder nos separar dessas posições. E isso sabemos que não é correto. O que se comenta é que ele deseja todos os hospitais. Somos um grupo e entramos unidos. Temos o interesse de participar desses critérios. Agora, técnicos vermelhos, complica", afirmou.

PT desiste da presidência da CCJ, mas pede mais uma vaga na comissão

Os deputados do PT  buscam um acordo com o bloco firmado pelo MDB e o Progressistas sobre a Comissão de Constituição e Justiça  ( CCJ).  O partido desistiu de disputar a presidência da Comissão , mas como compensação quer mais uma vaga.

Hoje a legenda tem reunião como representantes na comissão os deputados Francisco Limma ( titular) e  Ziza Carvalho ( suplente). O PT quer indicar o deputado Cicero Magalhães para a Comissão. 

Com a convocação de suplentes na Assembleia Legislativa do Estado, o PT aumenta a bancada de cinco para oito deputados. Por ser a maior bancada da Casa, o partido quer mais espaço na principal comissão da Assembleia.

 

PT prepara filiações de 500 lideranças em Teresina e no interior

Foto:Ascom/PT

O Partido dos Trabalhadores iniciou a preparação para a eleição de 2020. A meta do partido é realizar eventos de filiações na capital e no interior. Até a data limite prevista pela legislação eleitoral, a sigla quer filiar pelo menos 500 lideranças em todo Estado. 

O objetivo  principal da legenda é a capital. O PT quer interromper a hegemonia tucana na capital e eleger o sucessor do prefeito Firmino Filho (PSDB). No momento, os nomes cotados para concorreram a prefeito pelo partido são o vereador Dudu (PT) e o deputado estadual, Franzé Silva (PT). 

Aquele que tiver o maior número de apoios e conseguir o aval do governador Wellington Dias (PT) será o candidato da legenda. 

Posts anteriores