Cidadeverde.com

Georgiano se lança oficialmente pré-candidato a prefeito de Teresina

O deputado Georgiano Neto (PSD) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Estado para se lançar pré-candidato a prefeito de Teresina em 2020. Lembrando que o PSD é aliado do governador Wellington Dias (PT), o parlamentar defendeu mudança no comando da capital.


No próximo ano, o prefeito Firmino Filho (PSDB) não será candidato, mas deve apoiar um aliado na disputa. Georgiano quer o apoio do PT e do governador para ser o nome da oposição contra o candidato do tucano. 


“Temos um bom relacionamento para ajudar o Governo, bem como, aproveito o momento para me lançar pré-candidato à Prefeitura de Teresina, porque a cidade precisa de mudança sob pena de pagar alto preço no futuro”, finalizou.

Marcus Vinícius assume Secretaria de Governo de Valença e mira 2020

Foto: Ascom / divulgação

O ex-prefeito de Novo Oriente, Marcus Vinicius, tomou posse como secretário de Governo da cidade. Ele é filho da atual prefeita, Ceiça Dias, e se prepara  para ser candidato a prefeito do município em 2020.

Marcus Vinicius é esposo da deputado federal Marina Santos. Ela chegou a cogitar indicar o marido para a Superintendência de Agricultura no Piauí, mas no final foi indicado o advogado Germano Coelho.

Marcus é a aposta do Solidariedade para Valença em 2020.

Deputados entram em conflito por indicação do diretor de hospital

Foto: Reproduçao/TVCidadeVerde.com

O presidente da Fundação Hospitalar,  deputado Pablo Santos (MDB), reagiu às declarações do deputado Nerinho (PTB) sobre a indicação da direção do Hospital Regional de Picos Justino Luiz. O petebista questionou a indicação do nome da médica Patrícia Maria Santos Batista para o cargo e irritou o emedebista.

A médica foi indicada por Pablo Santos. O emedebista reage e diz que Nerinho não pode se intrometer nas decisões da Fundação Hospitalar.

“Quando ele teve a oportunidade de indicar o diretor do Hospital Regional, indicou a irmã. Agora quer que a vaga seja ocupada por um técnico.  Como Presidente da Fundação Hospitalar, devo colocar pessoas da minha confiança nos cargos, além de claro, da capacidade de cada um dos gestores, que no caso da Dra. Patrícia Batista é indiscutível. Na Secretaria do deputado Nerinho, eu não ando indicando superintendência, cada parlamentar deve respeitar o espaço do outro”, afirma Pablo.

A divergência pelo comando do Hospital Regional é reflexo das disputas pelos cargos do segundo escalão no interior. Os dois parlamentares são representantes do município de Picos e disputam indicações na região.
Ao todo são 60 cargos no interior do Estado que os deputados da base aliada disputam as indicações.  

“Consenso só se for em meu nome”, diz deputado Cícero Magalhães

Foto:Arquivo/CidadeVerde.com

O deputado Cícero Magalhães afirma que a única possibilidade de haver consenso na eleição do PT, é se o acordo ocorrer em torno do nome dele. O parlamentar descarta desistir da disputa contra o grupo do atual presidente, o ex-vereador Gilberto Paixão (PT).

Magalhães reagiu à declaração do vereador Dudu (PT), que defendeu o diálogo para que Magalhães desista da disputa. “É uma novidade eles me chamarem para conversar. Se for em meu nome, o consenso será feito. O consenso será no meu nome. Também porque eu sou o mais velho dos três. E ainda agradeceria muito não só a Deus, mas a eles. Estou me preparando para disputar o Processo de Eleições Diretas (PED)”, destacou. 

Cícero Magalhães destaca o papel que o presidente terá ao conduzir o processo eleitoral de 2020, na sigla. Porém, lembra que o presidente só toma decisões em grupo. 

“O presidente é um dos membros. a direção do partido é o colegiado. O presidente não faz as coisas sozinhas ou deixa de fazer porque é só ele. Geralmente as coisas são feitas  em conjunto, discutindo com o conjunto  da direção do partido e encaminhado aquilo que o conjunto determina”, destacou.

Grupo de Paixão chega a acordo com Dudu contra Magalhães

O grupo político ligado ao presidente municipal do PT, Gilberto Paixão, chegou a um acordo com o vereador Dudu. O parlamentar não será candidato a presidente e apoiará Paixão.

O grupo se une contra a pretensão do deputado Cicero Magalhães de ser candidato.

Dudu afirma que o melhor para o PT é que Paixão se mantenha na presidência. 

"Não vai ter disputa. O grupo do Paixão entrou em contato. Vamos apoiar o nome dele. Nesse momento o melhor é que ele continue e faça o trabalho de fortalecer a chapa proporcional do partido. Nesse momento ele é o melhor para o PT", afirmou.

Para o grupo, Magalhães já estaria contemplado com a vaga na Assembleia Legislativa do Estado. A eleição municipal será discutida durante evento do partido neste final de semana.

O PT também vai discutir a sucessão do deputado Assis Carvalho na presidência estadual. Ele deve ser reeleito no comando da sigla.

PT desiste de disputar CCJ: “Não faremos cavalo de batalha”

Foto:Arquivo/CidadeVerde.com

O deputado Franzé Silva (PT) falou sobre a polêmica com relação à presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Ele afirma que o partido não fará “cavalo de batalha” pelo cargo, que deve continuar com o Progressistas. 

Franzé afirma que o partido trabalha para manter a harmonia na Casa e na base aliada do governador Wellington Dias (PT). Ele diz que a decisão do partido tem como objetivo manter a harmonia na Casa.

O PT queria que a escolha do presidente que vai substituir Wilson Brandão, levasse em consideração o tamanho da bancada. Com a convocação dos suplentes o PT passou a ter a maior bancada na Assembleia com oito deputados. 

Com a desistência do PT, o deputado Júlio Arcoverde (Progressistas) deve assumir a presidência nesta quarta-feira (15). 

Progressistas marca retorno do deputado Júlio Arcoverde à Assembleia

Foto:WilsonFilho/CidadeVerde.com

O deputado Júlio Arcoverde retorna à Assembleia Legislativa do Estado na quarta-feira (15). Ele já foi exonerado pelo prefeito Firmino Filho (PSDB) do cargo de secretário de Esportes e Lazer de Teresina.

Júlio retorna e assumirá o comando da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Isso será possível porque o presidente Wilson Brandão renunciou ao cargo após assumir a Secretaria de Mineração. 

O PT tentou buscar uma estratégia para assumir a presidência da comissão, mas foi derrotado pelo bloco formado por Progressistas e o MDB. 

Com a renúncia de Wilson Brandão, a sessão da comissão de hoje será conduzida pelo deputado Henrique Pires (MDB). 

“Não faço cavalo de batalha”, diz Dudu sobre disputa pela presidência do PT

Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com 

A disputa pela presidência do PT tem mais um nome. O vereador Dudu espera acordo com o grupo político ligado ao atual presidente, Gilberto Paixão. 

Segundo acordo firmado no último pleito, de Gilberto Paixão deveria apoiar o nome de Dudu. Porém, Paixão deve ser candidato a reeleição. 

O vereador Dudu (PT) diz esperar um acordo sobre a disputa pela presidência do Partido dos Trabalhadores. Ele diz que não fará um “cavalo de batalha” pelo cargo. 

“Existia um acordo no grupo do Gilberto Paixão para votar em mim para o presidente do PT. Mas não vou fazer cavalo de batalha. O importante é trabalhar para que o  partido se fortalecer na cidade. Queremos que o PT tenha candidatura própria e uma chapa proporcional forte. Não me disponho a ter  disputa interna. Não farei uma disputa interna. Já fiz demais no PT”, declarou.

Osmar Júnior inicia tarefa de acomodar aliados do interior do Estado

Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

O secretário de Governo, Osmar Júnior (PCdoB), assumiu a missão de iniciar a acomodação de aliados do governo nos cargos de segundo escalão. Os critérios foram definidos em reunião na sexta-feira (10) e agora os parlamentares começam a indicar os nomes de lideranças políticas que devem assumir os cargos no interior.

Entre os cargos pleiteados estão o comando dos hospitais regionais e de superintendências. Os primeiros parlamentares a serem ouvidos por Osmar Júnior são os parlamentares que representam a cidade de Picos.

Osmar Júnior se reúne hoje com os deputados Nerinho (PTB) e Belê Medeiros (Progressistas). Além do número de voto dos parlamentares, o governador irá avaliar a fidelidade eleitoral das lideranças indicadas para os cargos. 

Governador se reúne com deputado Júlio César para busca consenso com o PSD

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O presidente do PSD, deputado federal Júlio César, se reúne hoje com o governador Wellington Dias (PT). O parlamentar ainda trabalha para aumentar a participação da legenda na formação do novo governo.

O PSD é um dos aliados mais insatisfeito  com a formação do novo secretariado. Das pastas pleiteadas pelo partido, o PSDB ficou apenas com a recém criada Secretaria de Agronegócio.

O partido perdeu a indicação do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Adapi) para o deputado Firmino Paulo (Progressistas). A sigla espera uma compensação pela derrota. 

Posts anteriores