Cidadeverde.com

San Martins Linhares é nomeado para Superintendência do Ibama no Piauí

O advogado San Martin Linhares foi nomeado para exercer o cargo de Superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Estado do Piauí. Ele é indicado pela deputada federal Margarete Coelho (Progressistas).

San Martin é irmão do prefeito de José de Freitas, Roger Linhares. Ele é  mais um nome do Progressitas no governo Bolsonaro.

Partidos esperam decisão do governador sobre comando de secretarias

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

A decisão do grupo de seis deputados estaduais de deixar as secretarias que ocupavam para retornar à Assembleia Legislativa do Estado, repercute na base aliada. A dúvida que se levanta agora é com relação ao comando das pastas.

Os deputados afirmam que vão continuar na Assmebleia até o final do ano. Com isso, os suplentes que perderam as cadeiras na Casa desejam ocupar as secretarias. 

No MDB, o líder da legenda, deputado João Madison, afirma que os partidos esperam uma decisão do governador sobre o destino das secretarias. 

“Eles resolveram voltar. Temos que respeitar. Vamos esperar porque eles falam em votar o orçamento e o projeto do empréstimo. O mandato é deles e não podemos fazer nada. Se não desejarem voltar, terão que conversar com o governador. Se o governador quiser deixar a indicação deles, ótimo. Se achar por bem rediscutir, é uma decisão do governador. 
Como líder do partido vamos defender nosso partido e colegas deputados”, afirmou.

Estão sendo comandas por secretários interinos as pastas de Mineração, Infraestrutura, Fundação Hospitalar, Cultura, Turismo e  Sasc. Com isso deixaram a Casa os suplentes Elizângela Moura (PT), Warton Lacerda (PT), Cícero Magalhães (PT), Ziza Carvalho (PT), Belê Medeiros (Progressistas) e B. Sá (Progressistas).

Deputados entregam documento na Assembleia e estão oficialmente de volta à Casa

Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

Os seis deputados que estavam licenciados da Assembleia para assumirem secretarias estão oficialmente de volta à Casa. Eles encaminharam o documento comunicando o retorno apesar da exoneração ainda não ter sido publicada pelo Governo do Estado. 

O deputado Pablo Santos (MDB), que comandava a Fundação Hospitalar, afirma que a volta se deve a votação das emendas parlamentares e do orçamento previsto para 2020. Os parlamentares querem garantir que os municípios que representam recebam recursos. 

“Os seis deputados protocolaram seu retorno. Só aguardando as exonerações. Vejo com naturalidade. No Governo Federal os deputados voltam quando se precisa votar alguma coisa de interesse deles. Voltamos de forma coletiva para votar o empréstimo para beneficiar nossos municípios e, também, a questão do orçamento. Sabemos que a emenda é impositiva. O deputado titular é que vai destinar as emendas para seus municípios”, afirmou. 

Pablo nega que a decisão do grupo tenha provocado um mal-estar na base aliada. Ele nega qualquer arranhão na relação com o governador. 

“Não fica nenhum arranhão. Deixamos bem claro que nosso foco, que nossa vinda para a Assembleia vai até o orçamento. Depois eles voltam para Assembleia. Não houve participação do governador. Foi definição dos colegas. Sabíamos que coletivamente teríamos força. Ele sempre respeitou nossa posição”, destacou.

Em reunião, tucanos cobram candidato do partido e lançamento em janeiro

Foto: Arquivo Cidadeverde.com/ Wilson Filho

Lideranças do PSDB  e dos partidos da base aliada se reuniram para discutir a eleição 2020. os tucanos querem fechar questão que o candidato do grupo do prefeito será do partido. 

Aliados pediram antecipação do lançamento do candidato. Porém, o prefeito Firmino Filho voltou a defender que o nome só será lançado em 2020. O nome deve ser confirmado na primeira semana de março. 

O presidente do partido, vereador Edson Melo, afirma que estão pressionando prefeito. Ele defende que Firmino tenha liberdade.

"A minha escolha é o nome que será apresentado pelo prefeito Firmino Filho. No tempo do prefeito. O partido está unido. O ideal  é que o candidato seja do PSDB. Mas se não for, iremos apoiar qualquer decisão do prefeito", afirmou.

Dr. Pessoa critica Firmino e diz que prefeito faz campanha antecipada

Foto:Arquivo/CidadeVerde.com

O pré-candidato a prefeito de Teresina, vereador Dr. Pessoa (MDB), fez críticas ao prefeito Firmino Filho (PSDB). Segundo ele, o tucano tem feito campanha antecipada na capital mesmo sem um candidato definido.

“O prefeito faz campanha de manhã, de tarde, de noite e ainda sonha com política. Inclusive usando o poder público. O Dr. Pessoa usa seu poder de aposentado. Portanto é uma crítica infundada. Ele deveria olhar o umbigo dele e não o dos outros que está limpo”, destacou. 

Executiva nacional do PT libera filiados para votarem na eleição estadual

Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

A Executiva Nacional do PT autorizou que os mais de 2 mil filiados ao partido, barrados pela direção municipal, possam votar na eleição que irá escolher o presidente da legenda. O PT de Teresina alegava irregularidades na forma como as filiações foram realizadas.

Os novos filiados são ligados ao vereador Dudu, que disputa a presidência estadual contra o atual presidente, deputado Assis Carvalho, que concorre à reeleição. A eleição será realizada dia 08 de setembro. 

“Ninguém é contra empréstimos”, diz Themístocles Filho sobre novo pedido do governo

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O Governo do Estado deve  encaminhar até quinta-feira (05), à Assembleia Legislativa, o pedido para aprovação de autorização de novo empréstimo. A nova operação de crédito deve chegar a quase R$ 2 bilhões.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB), afirma que o empréstimo será aplicado em obras de infraestrutura. 

“Ninguém é contra empréstimo. Só emprestamos dinheiro para quem paga. Duvido que alguém empreste dinheiro para quem não paga. Ninguém toma dinheiro se quem empresta não tem a certeza de que vai receber”, disse. 

Governador se reúne com líder e pede acordo na base aliada

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O governador Wellington Dias (PT) se reuniu na noite desta segunda-feira (02) com o líder do governo na Assembleia Legislativa do Estado, deputado Francisco Limma (PT). A reunião de emergência foi para discutir a situação embaraçosa provocada na base aliada após os deputados titulares, que deixaram a Casa para serem secretários, decidiram retornar à Assembleia.

Com isso, os suplentes perderam as vagas que ocupavam. O fato gerou um início de crise na base. O governador pediu a Limma que seja realizado um trabalho de articulação para contornar a situação.

Partido aliados como o Progressistas são prejudicados ao perder dois suplentes. O governo não quer que os possíveis insatisfeitos possam prejudicar a votação do novo pedido de empréstimo que será encaminhado à Casa até quinta-feira (05).

Progressistas vai reunir o partido para discutir saída de suplentes da Assembleia

Foto:Arquivo/CidadeVerde.com 

O presidente estadual do Progressistas, deputado Júlio Arcoverde, afirma que vai reunir o partido ainda hoje para discutir o retorno dos seis deputados titulares à Assembleia Legislativa e a saída dos suplentes da Casa. Segundo ele, nenhum partido da base foi avisado.

Júlio explica que as legendas ainda esperam  entender o que aconteceu. “Vamos reunir o partido e buscar uma explicação. Não fomos avisados de nada”, disse.

O Progressistas perde dois suplentes na Casa. Os deputados B. Sá e Belê Medeiros perdem as cadeiras que ocupavam para os titulares. 

Firmino Filho reage às críticas da oposição contra parcerias com o setor privado

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O prefeito Firmino Filho (PSDB) reagiu às críticas da oposição a PPP do Sistema Inthegra. Segundo ele, as críticas não correspondem a realidade e tentam confundir a opinião pública. 

Segundo ele, a PPP não vai gerir o sistema, mas apenas cuidar da parte administrativa. Firmino afirma que a oposição desconhece o conteúdo da matéria. 

“O que tem sido dito não corresponde com a realidade. É preciso saber sobre o que se fala. A PPP vai cuidar da operação dos terminais. Ela não vai gerir o sistema. É uma terceirização da gestão administrativa. É preciso ter um debate honesto e não tentar confundir a opinião pública”, declarou. 

Posts anteriores