Cidadeverde.com

Assembleia empossa quatro suplentes e aguarda por mais mudanças na composição

 

A Assembleia Legislativa do Piauí empossa os quatro suplentes convocados após a nomeação de deputados como secretários. Assumem cadeiras na Casa os suplentes Warton Lacerda (PT), Cícero Magalhães (PT), Ziza Carvalho  (PT) e Belê Medeiros (Progressisas). 

As posses se devem as convocações dos deputados  José Santana (MDB), Pablo Santos (MDB), Janaina Marques (PTB) e Wilson Brandão (Progressistas).  Há a expectativa de mais mudanças na Casa.

O deputado Fábio Novo (PT) deve assumir o comando da Secretaria de Cultura. Se isso ocorre, o deputado Júlio Arcoverde (Progressitas) deve voltar à Assembleia, ele está afastado após assumir a Secretaria de Esporte e Lazer de Teresina. 

Karina Tomás Câmara assume Secretaria de Turismo

O governador Wellington Dias chegou a um acordo com o deputado Flávio Nogueira (PDT) sobre o comando do Turismo  no Piauí. O deputado indicou a advogada Karina Tomás Câmara para a vaga.

Ela é presidente da Câmara Setorial, Territorial da Rota das Emoções. Segundo Flávio Júnior, Bruno Correia Lima deixa a pasta por não ter o perfil técnico exigido pelo governador.

"Karina é advogada, mas sempre atuou na área do Turismo. Ela tem grande destaque no litoral", afirmou.

Progressistas irá escolher entre Ciro Nogueira e Firmino Filho para 2022

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

A possibilidade de filiação do prefeito de Teresina, Firmino Filho ( PSDB), ao Progressistas voltou a ser ventilada nos bastidores políticos. No Progressistas, o nome do tucano  e do presidente nacional da sigla, senador Ciro Nogueira, são apontados como os possíveis candidatos do partido.

Ciro Nogueira diz que a escolha dependerá de pesquisa. Se ele estiver bem nas pesquisas poderá concorrer ao cargo, caso contrário, o nome mais provável é do prefeito Firmino Filho.

Fábio Novo retorna à Secult e Júlio Arcoverde volta à Alepi

Foto: Roberta Aline

O Progressistas decidiu pelo retorno do deputado Júlio Arcoverde a Assembleia Legislativa do Estado. A data já foi definida.

Será após o deputado Fábio Novo reassumir o comando da Secretaria de Cultura. A posse de Novo ocorrerá quando ele voltar de viagem internacional à Espanha.

Com a convocação de Novo, a suplente Belê Medeiros assume a vaga. Assim, a bancada do Progressistas passa de cinco para seis deputados.

 

 

“Fizeram uma grande confusão”, diz Wilson Martins sobre candidatura a vereador

Foto: WilsonFilho/CidadeVerde.com

O presidente do PSB, ex-governador Wilson Martins, falou sobre a possibilidade de ser candidato a vereador na eleição de 2020. Ele afirma que foi feita uma “confusão enorme”.

Wilson diz que não descarta nada porque a política vive em constante movimento, mas afirma que ser candidato a vereador não é um projeto pessoal. 

“Criaram uma confusão enorme porque eu disse que na política tudo é possível. Se me perguntarem eu vou dizer que posso ser candidato a qualquer coisa. Tenho os direitos políticos ativos e, por isso, criaram uma confusão. Mas não é um projeto meu ser candidato em 2020”, declarou.

“Por que não?”, diz Sílvio Mendes sobre retorno ao PSDB e candidatura

Foto:WilsonFilho/CidadeVerde.com

É uma questão de tempo o retorno do  ex-prefeito de Teresina, Sílvio Mendes, ao PSDB. Ele deixou isso bem claro durante convenção estadual do partido no sábado (04). Sílvio afirma que há a possibilidade de se filiar a sigla e não descarta disputar a prefeitura de Teresina. 

“Sempre há a possibilidade. Por que não? Particularmente também não tenho nenhuma pendência que me faça ser candidato”, afirmou.

O ex-prefeito afirma que considera que durante  a vida toda, só foi filiado a um partido: o PSDB. Segundo ele, a passagem pelo Progressistas foi apenas uma “conveniência”. Mas agora, essa conveniência teria chegado ao fim.

É forte a possibilidade dele ser candidato a prefeito de Teresina. 

Convenção do PSDB mostra que 2022 já começou no Piauí

Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com 

A convenção do PSDB do Piauí mostra que os partidos já iniciaram as discussões sobre a eleição 2022. No evento do ninho tucano, as críticas ao governador Wellington Dias (PT) fora intensas. 

Áreas do governo como saúde e educação receberam críticas de líderes como o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, e do ex-prefeito de Teresina Sílvio Mendes.

Montezuma ainda lançou o prefeito Firmino Filho como candidato a governador em 2022. Vamos trabalhar para crescer o partido, para que em 2020 o PSDB tenha um candidato forte para Teresina", disse.

Firmino procurou desconversar sobre o assunto. “É bondade do Kleber, Neste momento estou mais preocupado é com Teresina”, afirmou. 

Júlio Arcoverde diz que o governador deve uma indicação ao Progressistas

Foto:WilsonFilho/CidadeVerde.com

O presidente estadual do Progressistas, deputado Júlio Arcoverde, afirma que a indicação da jornalista Sádia Castro não é do partido. Ela é irmã da deputada federal Margarete Coelho (Progressistas), mas segundo Júlio não representa o partido.

Júlio afirma que o governador deve uma indicação ao Progressistas. Segundo ele, o nome do partido é Mainha. 

"Se a Secretaria de Meio Ambiente cabia ao Progressistas e indicamos o Mainha, que teve 60 mil votos para deputado federal, e o governador não aceitou a nossa cota, nem pediu para indicar outro nome, acredito que a escolha da Sádia Castro é da cota pessoal do governador. Então, o governador fica devendo um cargo e um órgão para o partido Progressistas", explica.

Júlio afirma que só voltará para a Assembleia se não prejudicar a suplente Belê Medeiros. Segundo ele, nos bastidores já correm conversas para que Belê não seja prejudicada. Isso pode ocorrer com a convocação de um deputado estadual para um cargo no governo.

"Algumas pessoas da base ficaram insatisfeitas. É verdade. Grupos fortes do Progressistas como Gil Paraibano, B.Sa e Joel de Floriano apoiaram o Mainha e ficaram insatisfeitos. Mainha não aceitou a Companhia Metropolitana.  Ele vai ouvir o partido. Ele é digno com o partido", afirmou.

Júlio fez uma espécie de crítica à decisão de Margarete Coelho de indicar a irmã sem ouvir o partido.

"Para ajudar o suplente B.Sá, eu tive a humildade de sair. Não conhecemos a Sádia Castro. Não sei nem se é filiada ao partido. Ela não foi indicada pelo partido. Coloco na cota do governador. Se fosse do partido seria o Mainha", afirmou.

O partido vai decidir o futuro em reunião na segunda-feira, às 8 horas na casa do senador Ciro Nogueira.

Governador oferece Companhia Metropolitana para Mainha em busca de acordo

 


Foto: Na foto, Mainha aguarda na recepção do Karnak para falar com o governador 

O governador Wellington Dias (PT) ofereceu o comando da Companhia Metropolitana de Tranporte Público (CMTP) para o ex-deputado Mainha. Os dois se reuniram na tarde desta sexta-feira (03). O governador busca um acordo após os progressistas anunciarem publicamente que ficaram insatisfeitos com a participação do partido no novo secretariado. 

O nome de Mainha foi recusado para as pastas da Saúde e Meio Ambiente. A companhia seria uma forma de acabar com as insatisfações na sigla.
Mainha não deu resposta ao governador. O partido irá se reunir na segunda-feira (06) às 8 horas. Só depois desse encontro  eles apresentaram uma reposta ao governador. 

 

Júlio conversa com Firmino e Progressistas farão reunião na segunda-feira

 

O presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, confirmou o retorno do deputado Júlio Arcoverde à Assembleia Legislativa do Estado. O retorno é vista como uma reação do partido a decisão do governador Wellington Dias (PT) de não aceitar o nome do ex-deputado Mainha (progressistas) na direção da Secretaria de Meio Ambiente.
 
O deputado Júlio Arcoverde conversa agora com o prefeito Firmino Filho (PSDB) para anunciar a decisão do partido. O Progressistas convocou para  segunda-feira (06) uma reunião do partido para às 8 horas. Mainha pode assumir a secretaria de Esporte e Lazer no lugar de Júlio Arcoverde.

Na reunião, não irão reunir apenas os deputados, mas todos os representantes da sigla. Participarão prefeitos, vereadores e lideranças progressistas. Há a informação de que o aprtido não deve acompanhar a posse dos novos secretários. 

 

Posts anteriores