Cidadeverde.com

Bolsonaro e ministro Tarcísio destacam atuação de Ciro Nogueira pela Transnordestina

 

A senadora Eliane Nogueira divulgou em suas redes sociais trecho da live do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao lado do ministro Tarcísio Gomes (da Infraestrutura), em que eles falam  sobre a Transnordestina. O ministro destaca como a obra, que inicia no Piauí, está em andamento num ritmo acelerado.

Segundo o ministro, a obra é uma prioridade do trabalho do senador e  hoje ministro-chefe da Casa Civil Ciro Nogueira. 

 

Viviane Moura diz que pré-candidatura a deputada federal seria defesa de um legado

Foto: Arquivo/CidadeVerde.com

A superintendente de Parcerias Público Privadas, Viviane Moura, trabalha a construção de uma candidatura a deputada federal. Ela negocia com partidos e conversa com siglas como Solidariedade e o PT.

“Estou avaliando o cenário. Conversamos com o Solidariedade, com o PT. É um processo que requer amadurecimento, tempo, preciso me dedicar a alguns projetos que estamos lançando e precisamos entregar como o Centro de Convenções. Na sequência vamos avaliando e realizando as conversas”, destacou.

Viviane afirma que uma candidatura será a defesa de um legado. “Preciso defender um legado. Entregamos muitas coisas para o Piauí e vamos entregar muito mais”, destaca. 

 

Thanandra Sarapatinha deve apoiar filho de Gil Paraibano para 2022

A vereadora Thanandra Sarapatinhas apoiará Aldo Gil como pré-candidato a deputado estadual em 2022. Ele é filho do prefeito Gil Paraibano. Ele deve ser candidato pelo Progressistas. A deputada Belê Medeiros, que representa o grupo político,  não deve disputar uma vaga na Assembleia no próximo pleito. 

Com a causa animal em comum, Thanandra e Aldo devem compartilhar agendas também em Teresina. Nesta quinta-feira (26), a deputada esteve em Picos e visitou o Centro de Zoonoses e conheceu de perto uma clínica veterinária, que faz diariamente cinco castrações gratuitas de animais de rua em parceria com a Prefeitura. 

 

Governador pede consenso, mas diz que não interfere na disputa pela vaga do TCE

Foto: RobertaAline

O governador Wellington Dias (PT) afirma que pede aos deputados consenso na disputa pela vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). A base aliada possui quatro deputados na disputa.

Ele evitou polemizar sobre a disputa pela vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). O governador quer evitar problemas com nomes de outras legendas como Wilson Brandão ( Progressistas), Flávio Junior ( PDT) e José Santana ( MDB). O partido dele tem como candidata Flora Izabel (PT). 

"Quero dizer que acompanharei a disputa. A decisão é do Tribunal de Contas do Estado. É uma vaga de conselheiro. Na Assembleia quem conduz é a Mesa Diretora com o presidente. Fiz um apelo pelo diálogo e entendimento para garantir as condições de um nome que seja do agrado. Mas a decisão é da Assembleia", destacou.

Dr. Pessoa diz que Lobão foi "maquiavélico" e que nunca foi aliado

Foto: Dantércio Cardoso

O prefeito Dr. Pessoa (MDB) reagiu às críticas do vereador Luiz Lobão (MDB) à prefeitura de Teresina. Segundo o prefeito, durante a campanha, Lobão foi "maquiavélico" e fingia apoio político. 

"Desconheço a palavra aliado. Durante a campanha política, ele usou o perfil maquiavélico. Nunca esteve com o prefeito, nunca esteve mostrando a cara. Ele sempre esteve nas rédeas do ex-prefeito Firmino Filho, que Deus o tenha em um bom lugar. Nunca foi aliado", destacou.

Dr. Pessoa questionou o fato de Lobão ser do mesmo partido dele e não apoiá-lo. Pessoa lembra que o deputado Themistocles não queria Lobão na chapa  do MDB. 

"Ele é do meu partido. O presidente do MDB só deu para ele concessão para ele ser candidato porque eu pedi. O Themistocles não daria. Eu e Marcelo Castro pedimos. Briguei e ele fez de conta de que me ajudava", destacou.

 

 

 

Franzé Silva nega plano “B” e possibilidade de candidatura de Marcelo Castro

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O deputado Franzé Silva nega a informação, que tem circulado nos bastidores, de que o governo avaliaria a possibilidade de lançar o senador Marcelo Castro (MDB) como candidato a governador.  Segundo o deputado, não existe plano “B” na base governista.

Franzé afirma que já há um entendimento de que o candidato da base a governador será o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles. 

“Especulação criada dentro da oposição. O senador Marcelo Castro já deu uma declaração clara de que nosso candidato é o Rafael Fonteles. Não existe nenhuma dúvida, nenhum plano B dentro do governo. Temos o foco de manter essa estabilidade de crescimento econômico, dos indicadores sociais para no final de 2021 está bem com a população. O objetivo maior é um alinhamento de simpatia e de reconhecimento público. Fazemos mesmo em plena pandemia, o Piauí vai ser o estado que mais vai crescer na parte social. Isso credencia”, disse. 

 

Petistas contam com 18 votos para Flora Izabel na disputa pela vaga do TCE

Foto: Ascom/TCE

O PT mostra otimismo na disputa pela vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Eles acreditam que a deputada Flora Izabel será eleita ainda no primeiro turno com 18 votos.

Líderes do partido ouvidos pela coluna afirmam que no momento ela já conta com 13 votos. Eles garantem que o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho (MDB), já teria manifestado apoio a Flora. Até o momento o emedebista não confirmou. 

Otimismo do PT é questionado pelos outros concorrentes. O deputado Wilson Brandão diz ser precipitado contar votos de forma antecipada. 

 

Disputa pela vaga de Conselheiro do TCE já tem seis inscritos

Foto: Arquivo/CidadeVerde.com

Seis candidatos já registraram os nomes na disputa pela vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). O último a registrar o nome foi o auditor fiscal de Teresina, Ricardo Teixeira de Carvalho Júnior.

Hoje será a vez da deputada Flora Izabel (PT). Ela busca a unidade dentro do PT e  trabalha para conseguir votos em outros partidos como o MDB. O voto do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho (MDB), é o mais cobiçado na Casa. 

Há quem diga que o voto dele consegue influenciar outros parlamentares. Apesar do MDB ter como candidato o deputado José Santana, Flora espera contar com o voto de Themístocles. 

Relação dos inscritos: 
Flávio Rodrigues Nogueira Júnior 
Thiago Edirsandro Albuquerque Normando 
José Ribamar Nolêto de Santana
Nayara |Figueiredo de Negreiros
Roosevelt dos Santos Figueiredo
Ricardo Teixeira de Carvalho Júnior
 

Oposição coloca abril como prazo para escolha do candidato a governador

Foto: DantércioCardoso

O deputado B. Sá Filho afirma que o prazo posto pela oposição para escolha do nome do candidato a governador pelo grupo é até abril. Segundo ele, o ministro da Casa Civil senador Ciro Nogueira, não retirou o nome totalmente da disputa e poderá retornar caso nenhum dos pré-candidatos emplaque nas pesquisas.

No momento, estão na disputa os nomes da deputada Iracema Portella (Progressistas), do ex-prefeito Sílvio Mendes (PSDB) e do ex-senador João Vicente Claudino. 

“Quem diz o tom da política é o eleitor. Se até o próximo ano o eleitor não enxergar uma opção melhor que o nome de Ciro, ele está aberto a assumir esse compromisso com o Piauí. Ele disse isso para o partido. Mas sabendo que ele seria mais importante se estivesse em Brasília. Em momento algum ele descartou 100% a possibilidade de disputar o mandato de governador. Mas até lá vamos trabalhando outros nomes. Vamos sempre conversar com as lideranças, ouvir o eleitor e decidir”, destacou o deputado. 

 

João Madison nega acordo com o PT sobre disputa pela vaga do TCE

Foto: DantércioCardoso

O deputado João Madison (MDB) nega acordo feito entre PT e MDB na eleição que escolheu Kleber Eulálio (MDB) para conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Segundo alguns deputados do PT, seria a vez dos emedebistas apoiarem o nome de Flora Izabel do PT, porque na última disputa, o partido ajudou a eleger Kleber Eulálio.

João Madison nega. Madison afirma que ele e os deputados Henrique Pires e Pablo Santos já estão fechado com o deputado José Santana (MDB). 
“Esse acordo não passou pelos deputados do MDB. Até porque naquela época tinha o Mauro Tapety e o Kleber Eulálio. Muita gente votou no Mauro Tapety. Não houve esse acordo. Meu acordo é votar no Santana. Só não voto se morrer. Tanto eu como o Pablo Santos e o Henrique Pires. O presidente Themístocles e o Severo Eulálio nunca falaram. Respeito a posição deles”, disse.

José Santana afirma buscar um acordo no partido. “É natural de qualquer parlamentar que faça parte de um partido que espere a unidade, a união exatamente que a soma de votos de um partido como o MDB que tem seis deputados estaduais.  O consenso depende da opinião de todos. Da nossa parte, principalmente, se for um consenso para convergir em prol da nossa candidatura”, destaca. 

 

Posts anteriores