Cidadeverde.com

Em live, Bolsonaro anuncia visita a Parnaíba nesta sexta-feira

Foto: Ascom/Prefeitura

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desembarca, em Parnaíba, nesta sexta-feira (26). O anúncio foi feito na noite de ontem durante a tradicional live do presidente. O desembarque irá ocorrer ás 10 horas.

Bolsonaro será recebido pelo prefeito Mão Santa. A conversa será rápida, mas o prefeito deve entregar algumas demandas ao presidente. Entre as solicitações do prefeito, estará investimentos em programas de irrigação no município. 

Em seguida, o presidente segue de helicóptero para a cidade de Tianguá no Ceará. Na volta, o presidente passará novamente por Parnaíba. 

No vizinho estado do Ceará, Bolsonaro participará de solenidade de retomada de obras de recuperação de estradas federais.  

Na live, Bolsonaro fez elogios ao aliado Mão Santa. “Foi um brilhante senador aqui em Brasília. Me recebeu três vezes em seu município. Está competindo com a cidade de Petrolina, em Pernambuco, voltada para a fruticultura. Ele está investindo parte do dinheiro do Governo Federal em irrigação. Grande parte do que é produzido lá é exportado para a Europa. Devo pousar lá por volta de 10h", afirmou. 

O presidente Bolsonaro segue com o projeto de aproximação com a região Nordeste, que historicamente é um reduto eleitoral do PT. O presidente aposta da aproximação com líderes nordestinos como o prefeito Mão Santa. 

Bolsonaro estará acompanhado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, um dos nomes cotados para ser vice na chapa de reeleição do presidente em 2022.  

 

Renato Berger nega retaliação de vereadores no caso da sabatina da Arsete

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O líder do prefeito de Teresina na Câmara de Vereadores, Renato Berger (PSD), negou que seja retaliação política, o fato do nome do indicado para presidência da Arsete não ter sido aprovado na Câmara de Teresina. O advogado Márcio Alan Cavalcante chegou a ser sabatinado, mas na hora da votação, não havia quorum suficiente. 

Renato Berger afirma que o episódio teria sido provocado, em parte, pela inexperiência de alguns vereadores. Segundo ele, alguns parlamentares não sabiam do tramite de uma sabatina e saíram do plenário antes do fim.  

“A maioria dos vereadores não sabia como funciona uma sabatina. Foi a primeira vez que se fez uma sabatina aqui na Casa. Foi mais um desconhecimento mesmo. Conversei com todos os vereadores e nós estávamos até conseguindo que eles retornassem, mas como já não estavam mais aqui, demoraram. E quando estavam chegando foi encerrada a sessão”, declarou. 

Segundo ele, não houve retaliação da parte da base descontente com a gestão. “Não foi retaliação, pois tenho um entendimento bom com Jeová. Se houvesse isso, certamente ele conversaria comigo. Algumas pessoas comentaram porque o Pessoinha esteve aqui, ele esteve porque veio conversar comigo e alguns vereadores sobre emenda para a Sejuv e também porque é amigo pessoal do doutor Allan”, disse.

Após o fim da sabatina, alguns vereadores chegaram a afirmar que a presença do advogado, João Duarte, o Pessoinha, incomodou alguns parlamentares. Renato Berger prefere dizer que não acredita nessa possibilidade. 

Após reunião com Themisstocles, Dr. Pessoa diz fazer esforço para ficar no MDB

Foto: RobertaAline/Cidadeverde.com

O prefeito Dr. Pessoa afirma fazer "um esforço" para se manter no MDB. Ele esteve reunido com o deputado Themístocles Filho e outros nomes do partido em um jantar que buscou amenizar o clima de tensa na sigla.

Segundo Dr. Pessoa, o momento não foi de cobrança, mas de uma conversa amistosa com os colegas de partido. 

"O Dr. Pessoa tem uma estrada própria. Mas estou no partido e na política. Na política não pode ter calundu. Fomos conversas. O Themístocles fez o convite para juntarmos na casa dele. Estava muito bom. Não conversamos nada específico de política. Foi generalizado e descontraído. Foi uma conversa muito satisfatória. Quando se vive em sociedade e dentro de casa tem arrestas. Mas sempre digo que ninguém me coloca dentro de gaiolas. A intenção não foi essa. Foi uma conversa descontraída. Não foi para puxar orelha e nem para traçar planos futuros. Estava bem descontraído que falei até piadas", afirmou. 

Patriotas
Em busca de uma harmonia com o MDB, Dr. Pessoa diz não pensar em deixar a água agora. Ele recebeu convites do Patriotas.

"Não passou pela minha cabeça. No passado, o presidente do Patriotas entrou em contato comigo. Fui convidado várias vezes. Agora se tiver novo pensamento em me convidar para ser presidente, vou respeitar, mas no momento estou no MDB e trabalho. Tem algumas coisinhas, mas trabalho para não sair do partido. Pode conversar comigo.  Seria uma honra o convite. Sou capaz de dialogar e conversar", destacou. 

Candidatura a governador
Sobre a possibilidade de ser candidato a governador, o prefeito descarta. "Minha vontade e que todos trabalhem juntos por Teresina. Uma administração em conjunto. Estamos em um país Republicanos. Sejam bem-vindos do Progressistas, MDB, PT. Meu foco principal neste ano é a cidade de Teresina. Se ajudar, ajuda a mim e todos os necessitados", disse.

Crise com a Câmara 
Dr. Pessoa também falou da crise com a Câmara de Vereadores. Na sessão de ontem, os vereadores não aprovaram o nome do advogado Marcio Alan Cavalcante para a Arsete. 

Ele foi sabatinado, mas no fim da sessão, não havia quórum para a votação. Dr. Pessoa diz que tudo não passou de um mal entendido.

O prefeito acredito no diálogo com a casa.

"Costumo dizer que os Poderes são independentes e fecham caminhar harmônicos. Já fui vereador por quatro vezes. Os vereadores de agora têm uma qualidade altíssima. Tem muito conhecimento. Tenho certeza que foi alguma coisinha boa. Dr. Alan é um advogado muito focado no social. Ele vive para servir. A família toda. Foi uma coisa pequena. Os meus ex-colegas vão ajudar Teresina. Só vai para oposição quem quiser mesmo. Caso contrário, vamos andar juntos", disse.

Prefeitura propõe dividir débito de R$ 25 milhões com empresários de ônibus em 24 meses

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O prefeito Dr. Pessoa (MDB) confirmou nesta quinta-feira (25) que a Prefeitura busca uma negociação com os empresários do setor de transporte público, que enfrenta 16 dias de greve dos motoristas e cobradores. Segundo ele, os empresários é que estariam colocando empecilhos. O prefeito voltou a dizer que falta humanidade do setor.

Dr. Pessoa revela que foi apresentada uma proposta de dividir a dívida que a Prefeitura tem com os empresários em até 24 meses. A dívida é de R$ 25 milhões.  Ele lembra que o débito seria da gestão anterior e não da atual gestão.

"A coisa não fluiu devido aos empresários. Já estive duas vezes com eles, mas quando a doença é crônica, é difícil tratar e tirar o segmento doente. Os empresários não têm a visão. A dívida é do governo passado e não desse governo. Se não andar, o Robert Rios tem a ordem para negociar com os empresários embora seja do passado. E pagar de forma fracionada. Não vamos deixar de pagar os funcionários, para encher o bolso de quem quer que seja. Pode ser dividido entre 20 e 24 meses. Fora disso não tem negociação. A parte pública tem que flexibilidade. Mas eles têm que ter coração", afirmou. 

O gestor ressalta que o objetivo é acabar com a greve que se aproxima de 20 dias. Ele não descarta a municipalização do setor.

"Temos conversado sobre o transporte coletivo de Teresina. Se encontra na Constituição o direito de ir e vir. Os empresários são inteligentes, mas não têm coração. Se não tiver uma conversa, vamos fazer a municipalização", destacou.

Obras

Durante a entrevista, o prefeito disse ainda que realizou um calendário de obras que tem como mete inaugurá-las até o dia 31 de dezembro. Segundo ele, nos 100 dias de gestão serão entregues obras como as galerias dos bairros Mocambinho, na zona Norte e Recanto dos Pássaros, na zona Sudeste e parte do projeto de revitalização do Centro de Teresina.

"Fizemos uma programação de entrega de obras de 100 dias, de seis meses e um ano. Já estão pontuadas e iremos entregar para a sociedade, para o povo de Teresina. Obras que tenham funcionalidade. São obras concluídas. Nos 100 dias tem a galeria do Recanto dos Pássaros, tem a galeria do Mocambinho e tem a revitalização do Centro. Como diz no dizer popular, vai ficar um brinco, uma beleza total. Uma revitalização como nunca os teresinenses viram. Entre outras obras. Outras que não estou lembrando e são acordadas para serem entregues no meio do ano. As demais vamos entregar no fim do ano. Até o final de dezembro estamos entregando obras porque estamos andando nos canteiros, cobrando das SDUs Norte, Sul, Leste, de todas. Para que não fique só nos diversos, mas esteja na prática para o povo saborear", afirmou.

Pandemia

Sobre a pandemia, Dr. Pessoa destacou o diálogo com o Governo do Estado.  Segundo ele, isso foi fundamental para evitar o decreto com restrições mais duras.

"Não foi bem um recuo e nem confronto com a Prefeitura. Foi um diálogo. Por meio do Robert Rios, disse que deveria ter esse caminhar de proteção à sociedade. Os dois devem ser o olhar. Enfatizamos que é fiscalizar e ter os cuidados de distanciamento. E avançarmos na vacinação. São os principais pontos. Isso tem que ser rígidos. Todos devem ser irmanados sem nenhuma superposição", destacou.

Dr. Pessoa destaca que o momento não é mais de fechar as atividades econômicas, mas de aumentar a fiscalização.

"Estamos com a Guarda Municipal e várias pessoas fazendo essa fiscalização. Juntando o governo estadual e municipal quem vai ganhar é o povo do Brasil", destacou.

Secretaria

Para os secretários, o prefeito manda um recado. Segundo ele, quem tiver algum ato ilícito será posto fora da gestão. 

Ele tem reunido a equipe todas as semanas para discutir as metas.

"O povo cobra seriedade. Estava dizendo que gostaria que a Polícia Federal desse outra vasculhada na cidade de Teresina. Das coisas que começaram na administração passada e nessa administração. Quem desviar o dinheiro público, quem desviar qualquer malandragem com dinheiro público, no outro dia estará fora da administração. Quem quiser trabalhar com Dr. Pessoa tem que ter esse olhar de eficiência e seriedade. Fomos eleitos para apresentar uma resposta na seriedade e na eficiência e na honestidade", comentou.

 

 

Em encontro, MDB busca acertar o passo com o prefeito Dr. Pessoa

Lideranças do MDB se reuniram na noite desta quarta-feira (24) com o prefeito Dr. Pessoa (MDB). A relação entre o gestor municipal e o partido não é das melhores. Aliados falam da possibilidade do prefeito migrar para o Patriotas e assumir a lideranças da sigla.

O encontro foi na Casa do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho. Aliados afirmam que o encontro serviu para acertar a paz na relação entre o partido e Dr. Pessoa. 
 

Presença do filho do prefeito causa insatisfações e vereadores não aprovam sabatina

Foto: RobertaAline/Cidadeverde.com

A base do prefeito Dr. Pessoa (MDB) na Câmara de Teresina mostra desarticulação ao não ter quórum suficiente para aprovar, em sabatina, o nome do advogado Márcio Alan Cavalcante para o comando da Arsete. O líder Renato Berger (PSD) não conseguiu reunir 15 vereadores no plenário para a aprovação de algo que geralmente nunca tem surpresas, como uma sabatina.

Um dos motivos seria a presença do filho de Dr. Pessoa, o advogado João Duarte, o Pessoinha, no plenário. Os vereadores não gostaram e alguns afirmam que se sentiram afrontados. A indicação do advogado seria da cota de Pessoainha. Os parlamentares afirmam que viram como uma pressão para aprovação. 

Em episódio anterior, os vereadores já demonstraram insatisfação com a presença de Dr. Pessoa, na Casa, antes da votação da reforma administrativa.

Após o encerramento da sessão, sem a aprovação, alguns vereadores chegaram a afirma que o ato seria uma resposta ao episódio em que o vice-prefeito Robert Rios divulgou lista com os nomes dos vereadores que teriam indicações de terceirizados na prefeitura. O episódio também mostra que o prefeito ainda precisa dialogar bastante para articular a base.

Na Câmara, há quem diga que com o nível de insatisfações na base aliada, Dr. Pessoa nem precisa de oposição. 

Jeová Alencar assume presidência do MDB em meio a discussão sobre candidatura a deputado

Foto: Roberta Aline

O presidente da Câmara de Vereadores, vereador Jeová Alencar, assume a direção municipal do MDB no sábado (27). Ele é uma das apostas da legenda para reforçar a chapa de deputado estadual.

Jeová Alencar assumirá a presidência no lugar do deputado Themístocles Filho. 

"Com muita responsabilidade. Fiquei muito feliz pela confiança e convite do nosso amigo deputado Themístocles Filho, que é presidente da Assembleia. O MDB é um partido grande. Pode ter certeza que vamos trabalhar para fortalecer ainda mais o partido buscando bom quadros. O partido  estará muito forte e será bem sucedido em 2022", destacou.

Sobre a possibilidade de ser candidato a deputado, o vereador desconversa. Ele afirma focar no mandato de vereador.

"Digo que nesse momento minha intenção é trabalhar pela minha cidade. Acabei de sair de uma eleição. Não posso sair de uma eleição já pensando em outra. Agradeço Marcelo Castro, mas estou focado no meu mandato", afirmou.

Fernanda Gomes entrega indicativo ao prefeito Dr. Pessoa para antecipação de vacina

Foto: Ascom/Parlamentar

A vereadora Fernanda Gomes (Solidariedade) se reuniu com o prefeito Dr. Pessoa na manhã desta terça-feira (23). A parlamentar entregou o indicativo referente à antecipação da vacina para os profissionais da educação na fase 1 e dos trabalhadores do transporte público coletivo, taxistas e motoristas de aplicativo na fase 2.

“Assim é o nosso mandato. Pretendemos buscar uma forma de fornecer soluções a todas as categorias” informou.

Fernanda faz parte do grupo de parlamentares que têm um bom diálogo com o prefeito Dr. Pessoa (MDB).

Leonardo Eulálio se coloca à disposição para ajudar na administração de Dr. Pessoa

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O vereador Leonardo Eulálio (PL) afirma que se encontra à disposição do prefeito Dr. Pessoa (MDB) para ajudar na administração municipal. O nome do parlamentar é cotado para assumir algum cargo na administração na área da saúde.  

A possibilidade de divisão da Fundação Municipal de Saúde chegou a ser cogitada nos bastidores com a criação da Fundação Hospitalar de Saúde do município. Leonardo poderia assumir o comando da Fundação.

Ele não confirma, mas se coloca à disposição. “Acredito que seja pela nossa experiência administrativa que somos lembrados. No mais nunca conversamos com o prefeito sobre cargos. Estamos preparados para ajudar na nova administração. Acreditamos que nossa visão com relação à parte administrativa e à organização, nos coloca sempre com essa capacidade para exercer algo. Estamos abertos para ajudar o prefeito. O cargo é dele e  tem que ser compartilhado com quem ele confia. Nesse ponto estamos tranquilos, aguardando qualquer escalação”, afirmou. 

Senador Ciro Nogueira critica decreto do governo do estado

O senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, usou as redes sociais para criticar o decreto anunciado pelo Governo do Estado. Segundo o parlamentar, a população é punida com um novo lockdown.

"Em vez de abrir novas oportunidades, criando um auxílio emergencial, como fez o governo federal, decide trancar todos em casa, com o lockdown", disse.

Ciro também critica o fechamento do Hospital de Campanha do Verdão. Segundo ele, o hospital poderia ajudar no momento de falta de leitos.

"É sempre bom lembrar que o governador quer fechar tudo, fechar algo que não poderia ser fechado: o Hospital de Campanha do Verdão, que funcionou pouco tempo e que, se estivesse aberto, poderia evitar esse lockdown", afirmou.

Posts anteriores