Cidadeverde.com

Marcelo Castro anuncia apoio a pré-campanha de Ivon Lendl em Água Branca

Foto:Reprodução

O presidente estadual do MDB, senador Marcelo Castro, anunciou o apoio do partido à pré-candidatura do vereador Ivon Lendl a prefeito da cidade. Durante reunião da sigla na manhã desta segunda-feira (14), o senador gravou um vídeo ao lado de Lendl e do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Themístocles Filho, anunciando o apoio.

“Tivemos a excelente notícia que o nosso Ivon Lendl, líder da juventude do MDB nacional e estadual, nos comunicou que é pré-candidato a prefeito de Água Branca. Naturalmente contará com todo nosso apoio para fazer uma excelente administração nessa cidade que tanto queremos bem e tanto amamos. É uma cidade centro, polo cultural, econômico e financeiro do Médio Parnaíba”, disse Marcelo.

O vereador agradeceu o apoio de Marcelo Castro e do partido. “Agradeço o apoio do MDB. É um partido que desde quando nasci faço parte por meio do meu pai e da minha mãe. Agradeço pelo apoio a nossa pré-candidatura a prefeito”, destacou.

Suplentes vão à Assembleia Legislativa, mas saem sem acordo

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

Os suplentes que perderam as cadeiras na Assembleia Legislativa do Estado, com o retorno dos deputados titulares para a Casa, continuam frequentando o parlamento estadual em busca de um consenso, mas sem solução. Na manhã desta segunda-feira (14), foi a vez do ex-deputado B. Sá Filho visitar a Casa. Porém, ele saiu sem acordo.

B. Sá afirma que a mensagem passada pelo governador Wellington Dias (PT) é que o acordo ficará por conta dos deputados e dos suplentes. “Até agora não fui comunicado de nada. É logico que desejamos voltar. Queremos continuar nosso trabalho. Os titulares devem se resolver e retomar. 

 É uma questão que nós devemos resolver. O governador gosta do entendimento. Enquanto houver possibilidades, ele vai aproveitar ao máximo as tratativas.  Confiamos nos deputados. Nossa relação é próxima. Sabemos que o mandato é do titular. Quem se encontra na suplência”, afirmou. 

MDB faz filiações e quer eleger cinco vereadores no pleito de 2020 em Teresina

O MDB de Teresina tem como meta eleger o candidato que irá suceder o grupo político do prefeito Firmino Filho (PSDB) no pleito do próximo ano. Além desse projeto majoritário, o partido trabalha para ter uma bancada forte na Câmara de Vereadores.

No próximo dia 15, o partido fará mais um evento de filiações.  A meta da sigla é eleger cinco vereadores da capital. Até março do próximo ano, o MDB deve fazer mais dois eventos de filiações.

O último deve contar com a filiação de vereadores ao partido. As conversas são conduzidas pelo presidente municipal da sigla, deputado Themístocles Filho. 

General Ramos vem ao Piauí anunciar investimentos e obras do Governo Federal

Foto:MarcosCorrêa/PR

O secretário de Governo do presidente Jair Bolsonaro, general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, virá ao Piauí. A data e a agenda que será cumprida pelo general, em solo piauiense, serão definidas em reunião que irá ocorrer em Brasília. O secretario estadual de Planejamento, Antônio Neto, e o superintendente de Representações do Piauí em Brasília, José Maia, o Mainha, irão se reunir com o general para definirem a visita. 

A expectativa o secretário de Governo possa anunciar investimentos no Piauí. O governo Federal deve realizar parcerias com o Piauí em obras de infraestrutura.

Durante a visita, o general Ramos irá tratar da inclusão do Piauí no Plano de Desenvolvimento e Segurança do Governo Federal. 

“Não vamos aceitar quem trabalhe para fortalecer o Firmino”, diz Dudu sobre candidatura do PT

Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

O Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores irá se reunir na terça-feira (15). As discussões sobre a escolha do candidato da sigla a prefeito de Teresina trouxeram à tona as disputas internas da legenda. 

Se depender do presidente do diretório municipal eleito, que toma possa em janeiro de 2020, o  ex-deputado Cícero Magalhães, o deputado Fábio Novo será anunciado como o pré-candidato oficial da sigla. Porém, a boa relação entre o  parlamentar e o prefeito Firmino Filho (PSDB) levantam suspeitas de uma candidatura de apoio ao Palácio da Cidade.

Na Câmara de Teresina, o vereador Dudu, que apoio Fábio Novo, reagiu às críticas ao nome do pré-candidato. Ele nega qualquer relação de favorecimento com Firmino. E diz que as críticas são de pessoas que querem enfraquecer Novo e a candidatura do partido ajudando, assim, o candidato do Palácio da Cidade. 

“Não vamos permitir que nenhuma força interna ou externa trabalhe para fortalecer o prefeito Firmino Filho. Quando vejo alguns, inclusive do PT, dizendo que sempre os candidatos tem problema. Foi assim com a Flora Izabel, em  2004, a mesma coisa aconteceu com Nazareno Fonteles, em 2008, em seguida, foi com o Wellington Dias, em 2012. E tivemos em 2016 com o Amadeu Campos.  Todos esses candidatos foram homologados pelo PT. Teremos candidatura própria quer queiram ou não alguns do PT e de fora do PT. Somos o único partido que tem um legado em Teresina. Ninguém vai retirar essa força do PT. Quem quiser favorecer o Firmino ou outra estratégia fora do PT, saia do PT. Não vamos aceitar vitimização, chantagem, e nem quem não queira construir uma estratégia coletiva. O PT tem instâncias partidárias e deliberativas. E elas serão respeitadas”, destacou. 

Wellington Dias defendem consenso no PT sem necessidade de prévia

Foto:Ascom

O governador Wellington Dias voltou a se manifestar sobre o processo de escolha do candidato do PT a prefeito de Teresina. O partido vive uma disputa entre os pré-candidatos Franzé Silva, Fábio Novo e Júnior do MP3. Porém, o governador quer um consenso.

Ele defende que os três pré-candidatos possam chegar a um acordo sem que para isso o partido realize prévias. O deputado Franzé Silva chegou a propor pesquisas, mas o grupo do vereador Dudu foi contra. 

“O partido é quem tem que cuidar. Esse ano  quero seguir trabalhando muito. Em 2020, que é o ano da eleição, vou tratar sobre eleição. Mas esse ano quero que todos estejamos dedicados a trabalhar os programas, obras, a sintonia entre Câmara, Senado e Assembleia. A direção dos partidos cuidará disso. O que defendi no PT é que ocorra o entendimento. Isso com um acordo. Nem precisaria de prévia.

Mainha é voz dissonante no Progressistas e defende candidatura própria em Teresina

Foto: Ascom/Parlamentar

O Progressistas já fechou questão e não deve ter candidato próprio a prefeito de Teresina. O partido vai apoiar o candidato que irá representar o grupo político do prefeito Firmino Filho (PSDB). Porém, existem vozes na legenda insatisfeitas com esse acordo.

É o caso do ex-deputado Mainha, que atualmente representa o escritório do Piauí em Brasília. Mainha afirma que o partido deveria indicar um nome a prefeito. A posição dele vai contra o desejo do presidente nacional, senador Ciro Nogueira, é seguir com Firmino, em 2020, já visando o pleito estadual de 2022.  

“Tenho minha opinião pessoal. O Progressistas deveria ter um candidato em Teresina. Mas a opinião do presidente estadual é que ele apoiará qualquer candidato que o prefeito Firmino Filho (PSDB) indicar. Naturalmente o prefeito poderá indicar um bom nome. Mas acredito que o partido tem bons nomes e poderia lançar uma candidatura. A minha opinião é minoritária. A opinião dos vereadores é que estejamos do lado do prefeito independente do candidato. Essa deve ser a condução do Progressistas”, destacou.

Dr. Hélio responde Tererê: "Meu grupo é o PL"

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O deputado Dr. Hélio reagiu às declarações do ex-deputado Tererê de que os dois estavam aliados em Parnaíba. Segundo o ex-deputado, o vice-prefeito de Parnaíba, Marcos Samarone, também faria parte da aliança. 

De. Hélio nega. Segundo ele, o único grupo do qual participa é o do PL. 

"Tenho muito apreço pelo Tererê. Acho que ele confunde as coisas. Eu faço parte de um grupo daqueles que tem história de trabalho em Parnaíba. Tenho um relacionamento bom com todos. O meu time é o PL. Esse continua firme e forte. Trabalho minha pré-candidatura a prefeito de Parnaíba ", destacou.

PL busca diálogo com o PT para discutir eleições majoritárias em Teresina

Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

O presidente estadual do PL, deputado Fábio Xavier, afirma que vai buscar o diálogo com o PT, partido do governador Wellington Dias. As duas legendas trabalham para lançarem candidatos a prefeito da capital, porém, Fábio não descarta a possibilidade de uma parceria.

O nome posto pelo PL até o momento é do secretário de Segurança, Fábio Abreu. “Se depender de mim, o PT é o nosso aliado prioritário. É um partido importante. Tem grandes nomes.  Tem nomes de peso na capital. Tem o deputado Franzé com quem eu tenho uma boa relação. O Assis que temos uma boa relação. Se depender de mim estaremos juntos. Precisamos analisar os nomes que vão ser postos. A partir do desempenho vamos saber quem apoia quem”, destacou. 

O partido também foca na formação de uma chapa proporcional. O partido quer formar uma bancada forte na Câmara de Teresina. 

 

Vereador faz críticas e cobra que governador Wellington Dias libere emendas prometidas

Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

Mesmo após reunião entre o governador Wellington Dias (PT) e vereadores da Câmara de Teresina, as insatisfações continuam no parlamento municipal. O presidente do Avante, vereador Zé Filho, critica a demora na liberação de recursos para a capital que foram prometidas pelo governo ainda no ano passado. 

Ele também citou o caso  da não liberação das emendas impositivas destinadas pelos deputados estaduais do Estado para serem aplicadas no Parque Rodoviário na zona Sul de Teresina.  No mês de abril, casa foram destruídas pela água da chuva, que estava represada, e uma idosa e uma criança faleceram. 


Para Zé Filho, o governador tem que tratar menos de política. “Até o dia de hoje o governador nunca liberou as emendas que os deputados destinaram para o Parque Rodoviário. Fico triste que o PT fale tanto em eleição em Teresina, que o vereador Dudu bata tanto no prefeito Firmino Filho e o governador não se indigne a liberar nem mesmo as emendas impositivas que o povo do Parque Rodoviário tanto precisa”, declarou. 

 

Posts anteriores