Cidadeverde.com

Internet se consolida como importante meio na compra de imóveis

O acesso dos brasileiros a internet, seja por meio de computadores, aplicativos, smartphones, tablets ou programas tornaram as pessoas mais conectadas, seja em casa, na rua ou no trabalho. Não é de hoje que o uso da internet, por meio das tecnologias, já faz parte do dia a dia das pessoas, seja para contatos pessoais ou profissionais, pesquisas ou compras. 

 

Dados de uma pesquisa realizada pela consultoria TNS Research International aponta que nove em cada 10 brasileiros consultam a internet antes de realizar uma compra, e na hora de escolher um imóvel não é diferente. Segundo dados do Google, o processo de compra de imóveis, que vai desde pesquisar até a compra efetiva, já é feito 60% pela internet.

 

Segundo o corretor de imóveis e presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI-PI), Nogueira Neto, o próprio avanço das tecnologias levou a uma mudança no perfil dos consumidores que hoje desejam mais comodidade e agilidade para receber informações. “Hoje corretores de imóveis estão se adequando ao uso de novas ferramentas, para fidelizar seus clientes e obter sucessos nos negócios. A internet facilita a comunicação tornando possível estar sempre próximo e em contato com os nossos clientes, por meio dos aplicativos que, muitas vezes, são específicos para os profissionais da categoria”, disse.

 

Nogueira Neto destaca ainda que as novas ferramentas utilizadas, por meio do acesso a internet, possuem um custo pequeno aos usuários e possibilitam uma interatividade maior com os clientes. “Antigamente a divulgação dos imóveis era feita nos classificados dos jornais impressos. E hoje com as novas plataformas de comunicação, os classificados quase não são mais utilizados possibilitando um custo bem menor”, afirmou o corretor. 

 

Os vídeos da internet também estão ganhando espaço no mercado imobiliário. Após o Google – que se mantém forte no primeiro lugar – o YouTube é a ferramenta mais utilizada pelas pessoas interessadas em comprar um imóvel. Nogueira Neto também ressalva que todas as ferramentas devem ser utilizados de forma planejada e estratégica levando em consideração o objetivo que o corretor deseja alcançar. 

 

“Cada ferramenta tem suas características e especificidades e não devem ser utilizadas de forma aleatória. No caso de aplicativos como o Whatsapp, por exemplo, o corretor pode enviar instantaneamente fotos e vídeos do imóvel que está sendo negociado, além de poder marcar reuniões e visitas, por meio de mensagens de texto. Já no instagram, as imagens podem ser bem exploradas, mostrando as qualidades do produto a venda, já agilizando o processo de compra ao cliente”, enfatizou o presidente que também é adepto das novas ferramentas tecnológicas.