Cidadeverde.com

Uma nova visão sobre seguros de automóveis

Os seguros de automóveis têm passado por uma série de inovações no exterior com a ajuda das startups especializadas no setor, chamado de InsurTech. As inovações estão ocorrendo basicamente com as plataformas, que podem servir para comparação de preços, seguros coletivos, e até outras modalidades de compartilhamento de prêmios; pagamento por uso, seja em quilometragem ou por quantidade de dias, incluindo microseguros, e o uso de análises de dados para entender o comportamento, atitudes e estilo de vida do cliente, possibilitando assim seguros mais personalizadas. As startups que estão tendo incrível sucesso no mercado são as Mydrive e a Zubic. 

MyDrive

Startup inglesa, fundada em 2010, oferece produtos que permitem que as seguradoras possam monitorar a forma como o cliente dirige. O monitoramento pode ser feito por meio de três meios: aplicativo no celular, dispositivo instalado no veículo (na entrada OBD – padrão de indústria, todos os carros novos têm) ou uma touca a ser usada pelo motorista. Cada caso se aplica a um público específico. Claro que a touca é indicada para motoristas profissionais que percorrem longas distâncias, como os motoristas de caminhões e ônibus. Já o aplicativo, o método menos preciso, porém mais simples, é indicado para clientes que dirigem eventualmente. Independente do método usado, os motoristas podem ver em tempo real qual o seu score, ou seja, a sua pontuação em função de sua performance. O cálculo leva em consideração as freadas, aceleradas, curvas e velocidade em relação ao trânsito no local e aos limites da via. O objetivo é que a seguradora utilize estas informações para cobrar preços mais justos, incentivar a direção segura e econômica e ainda antecipar a necessidade de manutenção no veículo.

Zubie

Startup norte-americana, fundada em 2012, oferece um dispositivo, que é facilmente instalado no veículo e passa a informar: localização exata 24/7, diagnóstico dos principais indicadores da “saúde” do veículo, alertas em tempo real, análise da forma como o motorista está dirigindo e dicas de como melhorar. A empresa oferece dois dispositivos: um básico que é grátis e o usuário paga apenas uma taxa de U$99 por ano, pelo serviço. E outro que disponibiliza rede wifi no veículo, que custa U$99 (aparelho) e U$10/mês pelo serviço. Para empresas, eles oferecem planos diferentes.