Cidadeverde.com

Verde militar. Sim, Senhor!

A influência militar é tão recorrente na moda que já se tornou um clássico. Apontada como uma macrotendência para 2018, o  militarismo aparece em  looks com apelo esportivo e também em peças de alfaiataria.  

A cada nova temporada ele surge repaginada e sabemos que não é de hoje que as estampas e o estilo militar se fazem presentes na moda. Antes restrita ao uso dos oficiais, o militarismo ultrapassou os limites dos fardamentos e foi parar nos guarda-roupas mais fashionistas do mundo.  

O Mood vem se mantendo firme há algumas estações e combina com diversos estilos. Seja com aplicações de estrelas, insígnias e patches, o militarismo é uma forma de dar um ar contemporâneo à produção.

Uma das peças mais icônicas é a parka que se transforma em uma peça ultrafeminina ao ser usada com saia lápis, por exemplo. Fugir do óbvio é bom para que o look não fique caricato demais. 

O mood militar não precisa necessariamente ser verde. Victoria Beckham veste um look preto com varias referências ao estilo. 

Os casacos tipo parka são uma das formas mais fáceis de aderir ao militarismo, pois se adaptam facilmente a diversos estilos. Como nosso clima é muito quente, uma boa opção para usar a peça e não passar perrengue por causa do calor é escolher uma com tecido mais leve ou substituí-la por uma camisa, que é uma peça coringa. 

A estampa camuflada pode dar um belo mix and match. 

Para quem gosta de uma pegada mais romântica, a minha dica é usar o verde militar, como é conhecido, com peças ou acessórios em tons de rosé. É uma combinação que dá muito certo. 

 

A estampa camuflada é outra que vez ou outra aparece repaginada. Para essa estação ela vem com outras variações de cores além do tom de verde característico. Uma forma de incorporar a estampa no seu dia a dia é combina-la com peças mais formais como as calças de alfaiataria. Fica bem também com peças nas cores marfim, marrom, branco, verde oliva, preto e cinza. 

 

E vocês, gostam desse estilo? 

Até a próxima! 

Como misturar inverno e verão


Estamos em plena temporada de inverno na moda, mas para as brasileiras, principalmente, as que moram em lugares de clima quente como o Piauí, falar de looks invernais pode parecer algo fora da realidade. 

Realmente é quase impossível pensar em usar casacos, jaquetas de couro ou botas de cano alto nesse clima que chega a 40 graus, mas existem formas de adaptar aquela tendência de inverno que você gostou ao nosso calor. 

A primeira dica é a cartela de cores. As passarelas internacionais mostraram que, diferente de outros anos, o inverno vem com toques de vermelho, bordô, mostarda, verde militar, azul e violeta, que será a cor do ano segundo a Pantone.

O Ultra Violet é a cor do ano, segundo a Pantone. 

Esse mdelo de vestido se adapta bem a todos os biotipos. 

Você pode incorporar essas cores aos looks do dia a dia usando peças que se adequem ao clima e ao seu estilo pessoal. Minha sugestão é investir em peças clássicas, como camisas e calças de alfaiataria que são menos datadas e podem ser usadas em diversas ocasiões e por bastante tempo. As cores podem inclusive, estar presente somente nos acessórios como bolsas, cintos e sapatos. 

Um dos quesitos mais polêmicos costuma ser as botas, principalmente, os modelos de cano alto. Apesar de ser uma das peças chaves do mood de inverno, as botas estão bem mais ecléticas com modelos de cano curto e em materiais diversos. Dá para usar os modelos de cano curto com shorts, saias (de comprimento midi ou mini), calças e vestidos.

O jogo do leve e pesado funciona bem, então dá para usar aquele vestdo leve e fluido com bota sim. Só é preciso ficar de olho nas proporções para que a bota não deixe o visual "achatado". 

Já dei a dica aqui, mas vale a pena repetir que as Sookcs Boots, ou bota meia, são a grande aposta para inverno. O que nos favorece, pois elas podem ser lurex, neoprene ou tecidos com elastano que são mais leves e não esquetam tanto. Se você gosta de ousadia e curte a vibe anos 80 pode investir em sandálias e sapatos com meia.  

Você também pode adaptar as tendências de inverno que mais te agradam na maquiagem. Investir em sombras violetas ou no batom vermelho com toque alaranjado. Incremente o look básico do dia a dia com cores na make. 

Ate a próxima! 

 

   

     

Tendências de Maquiagem: O que usar na próxima estação

Vamos falar um pouco sobre maquiagem? Assim como na moda, também existem tendências para as makes. O mood para a próxima estação deve agradar em cheio as brasileiras que não gostam muito de pesar nos pincéis.  

A pele iluminada vem se mantendo firme e forte nas últimas temporadas de moda. A pele com efeito glow provou que seu reinado continua entre os grandes nomes da moda mundial. É só dar uma olhada nos desfiles de grifes como Versace e Blumarine para comprovar. Então, continuem caprichando no iluminador.

Versace

O toque de brilho foi além da pele iluminada. Os olhos com sombras brihosas e cintilantes chamaram a atenção nas passarelas de Fendi, Tommy Hilfiger e Giorgio Armani. As três grifes apostaram em sombras com brilho extra no cantinho interno dos olhos. É um truque que abre o olhar e fica super charmoso tantos para produções noturnas quanto diurnas. 

Fendi 

A Dolce & Gabbana mostrou que no quesito maquiagem, o batom vermelho continua imbatível. Para os olhos, a grife apostou no delineador colorido. Pode parecer uma combinação ousada, mas dá certo. Visto em vários tons, desde o escuro, quase vinho, até o vermelho alaranjado, ele foi usado em looks de maquiagem clássica e elegante, acompanhando um esfumado leve com efeito gatinho e brilho no cantinho interno dos olhos. Chique, né?

Dolce & Gabanna 

E para quem é fã do black eye pode comemorar porque os olhos pretos voltaram. Emporio Armani apostou em uma versão de smokey eye preto com sombras verdes metalizadas, Gucci em uma linha super fininha e moderna e Max Mara levou olhos intensos e esfumados para a passarela. As três propostas são super adaptáveis ao nosso dia a dia e fáceis de fazer. 

Max Mara 

Outro estilo de maquiagem que tem feito a cabeça das famosas e influencers do mundo da moda é a Monochrome makeup. É bem simples, porque você cria uma maquiagem usando a mesma cor (ou cartela de cores formando um tom sobre tom) nos olhos, boca e maçãs do rosto. 

O bom é que esse estilo de make não se limita a uma só ocasião. Ela é bem versátil e pode ser criada a partir de qualquer tom. Cores mais escuras como vinho, marrom e o preto deixam a maquiagem mais dramática. Se você faz uma linha mais tomântica e delicada pode apostar em tons mais puxados para o nude, rosa e lavanda.

A ideia da maquiagem monocromática segue a mesma regra do look: Escolhida a cor base, a ideia é usá-la em tons variados (ou iguais) por todo o rosto - ou seja, sombra e batom devem estar na mesma cor, mas não necessariamente na mesma tonalidade. Assim, você pode usar um roxo intenso nos lábios e outro mais clarinho nas pálpebras, ou vice-versa.

Até a próxima! 

 

O xadrez voltou com força total

O xadrez reinou quase absoluto nas passarelas de inverno das semanas de moda internacionais. Aliás, desde de 2016 quando Demna Gvaslia assinou sua primeira coleção para Balenciaga, o xadrez vem sendo pincelado aqui e alim, apesar de ter demorado um pouco para chegar ao street style. Agora ele voltou e com força total! 

Balenciaga 

Hermés

Calvin Klein 

Versace

A padronagem mais recorrente foi, sem dúvidas, o xadrez Príncipe de Gales. Esta não é a primeira aparição do print na moda - ele era um dos queridinhos de Lady Di na década de 80 - mas agora reflete o “power dressing” que vem conquistando as mulheres novamente. Blazers, calças de alfaiataria e conjuntinhos fazem parte do mood com modelagem mais larga e um toque masculino. 

Ralph Lauren 

O xadrez apareceu ao lado de outras peças estampadas, em um mix moderno e interessante, mas a combinação com calça jeans foi campeã entre as convidadas das semanas de moda. 

As estampas geométricas fazem parte da história e também da moda. A origem do xadrez é da Idade do Ferro (700 –50 a.C.) no Norte da Europa, mas especificamente nos pântanos da Alemanha e Dinamarca.

Ele se popularizou mesmo na Escócia durante o século XIX, quando surgem diversas padronagens que serviam para diferenciar os clãs e as famílias do lugar. Depois da segunda guerra mundial ela ganhou o mundo, e virou ícone do Movimento Grunge nos anos 90. Tradicionalmente uma estampa masculina até Coco Chanel adaptar o padrão para as mulheres.  

A blogueira Thássia Naves 

O Xadrez é uma estampa clássica do Inverno, uma das minhas favoritas, mas existem diversas formas de usar sem parecer que você está indo a uma festa junina fora de época. 

Você sabia que existem várias padronagens de xadrez? 

Tartã / Tartan - Símbolo das famílias mais tradicionais da Escócia, a trama mistura linhas de diferentes cores e espessuras.  Geralmente é na cor vermelha e com quadrados em tamanhos médios ou grandes. Foi Madeimosele Chanel que trouxe para o guarda roupa feminino, roupas elegantes e confortáveis no padrão tartã. Na década de 70, com o surgimento dos punks o xadrez foi usado como detalhes e tinha a intenção de ironizar e romper com os ícones culturais, exigindo mudanças sociais e comportamentais. Nos anos 80 vários estilistas famosos lançaram calças nessa padronagem, entre eles a inglesa Vivienne Eastwood.

Miroslava Duna 

Vichy - Lembra as toalhas de piquenique, com quadradinhos bem pequenininhos. Foi batizado em referência à cidade francesa de Vichy, conhecida pelos tecidos xadrezes. O xadrez vichy foi popular nos vestidos de verão durante o século XIX e entrou na moda novamente quando a estampa virou a queridinha das pinups e ficou muito popular nas décadas de 40 e 50. A padronagem virou a  favorita de musas como Brigitte Bardot e Audrey Hepburn!

Lady Di com calça em xadrez Vichy 

Príncipe de Gales - Geralmente aparece em peças de alfaiataria e em cores mais neutras. Seu nome está relacionado a Eduardo VII, que através de sua elegância quando era príncipe de Gales introduziu esse tipo de xadrez na moda. Era o preferido da Lady Di.


Madras - A mais colorida delas e a mais delicada. O madras está sempre em evidência em camisas esportivas masculinas e o seu nome faz referência a cidade de Madras, na Índia, onde era originalmente tecido. O madras permite que a padronagem xadrez seja reproduzida numa grande variedade de cores e desenhos.


Pied-de-poule - Padronagem popularizado por Coco Chanel, geralmente em preto e branco. Significa “pé-de-galinha” em seu tamanho menor. Se os desenhos formados forem maiores a padronagem é chamada de pied-de-coq (pé-de-galo).


Burberry - Marca registrada da marca de luxo britânica, sempre aparece em casacos, pasheminas e forros de bolsa da grife, geralmente na cor “camelo”, com linhas vermelhas, pretas e marrons. Criada em 1856 por Thomas Burberry, a Burberry alcança reconhecimento inicial com o clássico trench coat. Apesar de Thomas Burberry ter desenhado o trech coat em 1901,  foi a beleza do seu forro que tornou esse item um ícone da  marcca, que apareceu nas peças da grife em 1924. Sua propagação e popularização se consolidaria após a segunda metade do século passado fazendo do estampado xadrez da Burberry um dos mais reconhecidos e populares do mundo.

Cachecol Burberry combinado com blazer Príncipe de Gales 

E como usar? 


O jeito mais fashionista é fazendo o tão temido e por vezes polêmico mix de estampas. O truque para não errar na hora de misturar padrões é seguir a mesma cartela de cores. Pode combinar xarez com listras, bolas, até com animal print, desde que os tons sejam similares. Outra forma de usar é misturando estampas geométricas de diferentes proporções. 

A peça da estação é sem dúvidas o blazer em  xadrez Príncipe de Gales e modelagem ampla. Além de clássico, o blazer se adapta bem a vários estilos. Você também pode investir em uma calça xadrez, para usar em conjunto, ou uma saia curta ou midi, um vestido, uma camisa. É so definir a peça que mais de adequa ao seu estilo pessoal.  

Até a próxima! 

É bota ou meia?

Estamos em plena temporada de inverno na moda. E quando se fala em inverno a primeira coisa que vem à cabeça são as botas. E não se engane achando que elas serão apenas complemento nos looks. Depois de acompanhar as semanas de moda internacionais tive certeza de que os pés serão protagonistas nessa estação.

O modelo que promete virar febre no inverno são as Socks Boots ou bota meia. E se elas foram vermelhas então, é tendência total. O vermelho vem para quebrar a “monotonia” dos looks de inverno, estação onde os tons neutros reinam quase que absolutos.

Para quem mora em um estado como o nosso, com um clima tão quente, pode ser difícil se imaginar usar botas, mas existem modelos que podem sim ser usados em climas mais quentes. É tudo uma questão de estilo e bom senso.

Os modelos de cano curto são boas opções para quem quer adicionar um toque invernal no look. Podem ser combinadas com saias e vestidos mais curtos, ou com aquele jeans boyfriend com a barra dobrada.  Se você acha vermelho ousado demais para uma bota, não tem problema algum investir em um modelo em cores mais neutras como preto ou marrom.

Se o básico não combina muito com você, aposte nas socks boots em tons vibrantes para compor produções descontraídas e modernas. Outra combinação que fica super IN é combinar botas coloridas com a estampa xadrez Príncipe de Gales, a padronagem queridinha dessa estação e que será tema dos próximos posts.

E se você gostou das Socks Boots, mas não quer gastar dinheiro com isso, tem um truque de styling vindo diretamente dos anos 80 que pode ser uma saída fashion e bem mais em conta. Que tal combinar meias soquetes com sandálias e scarpins? É isso aí, após muito tempo adormecido, o hit foi resgatado pelas fashionistas de plantão indo parar, inclusive, nas passarelas.

Se você achou a proposta “esquisitinha”, olhe com mais atenção pois a combinação tem mostrado fôlego e feito muito sucesso por aí. A tendência das sandálias ou scarpins combinados a meias soquete apareceu bastante nas passarelas do mundo todo. Sejam modelos mais esportivos com faixas nas bordas superiores ou de lurex (a queridinha das fashionistas) as meias ganharam um novo status com esse retorno.  

A modelo Kendall Jenner chamou atenção no tapete vermelho do Festival de Cannes ao usar uma meia fina com sandálias Jimmy Choo complementando vestido assinado por Giambattista Valli. 

 

Quem tem pernas finas pode abusar do contraste na hora de combinar sandália. Também pode optar por meias mais longas e deixá-las um pouco fofas para dar volume na área dos tornozelos.

 

Já quem tem pernas mais grossas ou veste tamanhos maiores, a dica é usar sempre a sandália na mesma cor da meia, o que cria um efeito visual mais elegante e dá a sensação de pernas alongadas.

O mais importante é adequar a tendência ao seu estilo pessoal. Se você não se sentir bem ou a proposta não combinar com seu estilo pessoal ou ocasião, nao vale a penas usar só para "estar da moda". 

Até a próxima! 

 

Oscar 2018: Os melhores looks da 90º edição

A premiação mais esperada do ano, enfim, aconteceu. Além das estatuetas, o que vimos foi um dos tapetes vermelhos mais luxosos dos últimos tempos. Neste 90º edição, as atrizes não pouparam ao desfilar vestido fantastivos pelo Dolby Theatre, em Los Angeles. E nós, ficamos vidradas para descobrir quem foram os melhores da noite e também as mais bem vestidas né? 

Eu fiz uma seleção (bem longa, confesso) dos looks que mais gostei e separeipor categorias para ficar mais facil pata vocês irem direto ao ponto. Preparem as pastinhas de inspiração e venham comigo conferir o que rolou na noite deste domingo, 04 de março, em Hollywood. 

Nude/Rosa 

Gina Rodriguez veste Zuhair Murad 

Allisson Williams de Armani Privé 

Emily Blunt veste Schiaparelli Houte Couture 

Danai Gurira veste Gabriela Hearst

Elisabeth Moos veste Dior 

Saiorse Ronan veste Calvin Klein 

Zoey Deutch veste Elie Saab

Viola Davis deslumbrante com um vestido Michael Kors 

 

As damas de vermelho 

Allisson Janny veste Reem Acra 

Isla Fisher com um modelo assinado por Alex Perry 

Que elegância! Meryl Streep veste Dior

Sofia Carson veste Giambattista Valli 

A cantora Rita Ora veste Zuhair Murad

As damas de branco 

Jane Fonda veste Balmain. Gente, o que essa mulher toma para estar diva assim aos 80 anos? 

Laura Dern veste veste Calvin Klein 

Margot Robbie veste Chanel

Mary J. Blige veste Versace 

Há quem ainda tenha dúvida sobre o retorno dos anos 80. Olha aí a prova de que os brilhos estão com tudo: 

Olivia Wilde linda de Roberto Cavalli 

A mulher maravilha Gal Gadot veste Givenchy 

 

Jennifer Lawrence não cansa de ser linda. Mais uma vez brilhando de Dior. 

Lupita Nyongo é outra que nunca decepciona. Toda trabalhada no brilho em um longo Versace

Sandra Bullock apenas maravilhosa com um vestido da grife Louis Vuitton 

A turma das coloridas 

Betty Gabriel de Tony Ward

Greta Gerwing veste Rodarte

Amanda Seyfried optou por um modelo mais curto, com transparência e aplicações assinado por Oscar de la Renta 

Emma Stone fugiu do óbvio com um terninho Louis Vuitton 

Jennifer Garner uma das mais belas da noite com longo azul Atelier Versace 

Nicole Kidman foi outra que optou pelo azul. O vestido é Armani Privé 

Zendaya foi outra bastante elogiada pelo longo de um ombro só Giambattista Valli 

 

De volta ao alfaiate

A alfaiataria esteve presente em todas as semanas de moda internacionais. O que vimos foi uma confirmação das tendências desfiladas em 2017 sendo repetidas nos desfiles de 2018, com algumas diferenças e inovações. Algumas delas já podem ser encontradas pelas lojas de varejo de moda brasileiras.  


E olha que bacana isso. As tendências estão durando mais de uma temporada, o que nos possibiita investir em uma determinda peça sem medo de ficar encalhada. A alfaiataria, por exemplo, é um ótima tendência para investir.  

Fotos: FFW/Ag. Fotosite 

Nina Ricci. Paris, 2018. 


Pontos de cor como verde-esmeralda e azul-celeste para rejuvenescer a sóbria alfaiataria que marcou a década de 40 e que retorna à pauta do dia. É isso aí, a alfaiataria retorna, mas com o shape vintage e em tamanhos mais largos. E anotem aí: o terno vai ser a grade estrela desse inverno. 


A alfaiataria é uma tendência que tem sido vista não só nas passarelas, mas também nas ruas nesta temporada internacional da moda no eixo Nova York-Londres-Milão-Paris.

O compimento das calças encolheu e a largura dos blazeres aumentou. Olhando algumas fotos de Street Style parece que as it girls deram uma passadinha do armário do vovô para mntar os looks de inverno. 

Gucci. Milão, 2018. 

O blazer com modelagem oversized, de preferência cruzado, é usado com as mangas arregaçadas e pode ser combinado com camisa de renda transparente, t-shirt´s ou a velha e boa calça jeans.

Fendi. Milão, 2018. 

Fendi 


E se prepare para uma profusão de tweeds, xadrezes, como o Príncipe de Gales (vamos falar mais sobre ele em outro post), o pied-de-poule e o pied-de-coq. E vale misturar xadrez colorido com saia P&B, casaco de tweed com calça legging de couro preta (as duas partes não precisam ser amplas ok?). As combinações são inúmeras. 

A blogueira Thássia Naves desfilando várias tendências em Milão 

E temos que lembrar que a essa onda nasce em pleno movimento neofeminista, nde a smulheres lutam por condiçõe iguais no mercado de trabalho. A moda traduz o movimento das ruas sim. Quremos estar o escritório, sair dele e participar dos coquetéis da vida com a mesma roupa, porque não? 

 


Eu sei que parece estranho falar de coleções de inverno se estamos ainda em pleno verão brasileiro, mas a alfaiataria é um dos códigos que vão dominar o closet na próxima estação. É melhor irmos nos acostumando. 

 

Até a próxima! 

Semana de Moda de Paris - Alta Costura

A Semana de Moda de Paris, que aconteceu no finalzinho de janeiro, antecipou as tendências que serão destaque em 2018. E o que esperar para essa temporada de inverno que está por vir? Muitas franjas, plumas, transparência, tons sóbrios com toques de nude, vermelho, azul e verde.  Vai ter muita coisa acontecendo no mundo da moda nos próximos meses.

Jean Paul Gualtier 

Nina Ricci

Ralph & Russo 

Uma coisa bem bacana que vem acontecendo é que as tendências de moda, diferente do passado, duram mais de uma estação se repetindo por várias e várias coleções. Outra coisa a se observar é que clássico vem ganhando espaço, o que é muito bom, pois as peças duram muito mais tempo no armário. Aos poucos vou mostrando por aqui algumas dessas tendências em postagens mais exclusivas sbre o que podemos epserar.  

Algumas dessas tendências já estão sendo ofertaddas nas lojas de varejo aqui no Brasil, pois são as mesmas do inverno 2017. Quem apostou em algumas delas pode ficar tranquila e continuar usando muito. 

Luxo e poder nas coleções de Zuhair Murad e Elie Saab 

Entre os tantos estilistas que passaram pelas passarelas parisienses, eu destaco dois que nunca decepcionam: os libaneses Zuhair Murad e Elie Saab. Com coleções luxuosas, os dois anteciparam muito do que virá, principalmente nos trajes de festa, para esta temporada.

Na coleção de Zuhair Murad teve penas, franjas, rendas e pérolas com destaque para as criações em tons de vermelho, branco, preto e dourado. Eu confesso que fiquei sem palavras diante dos bordados e aplicações artesanais com inspiração tribal, aliadas a transparências e decotes profundos. Foi um desfile exuberante.

Já Elie Saab, fez uma coleção inspirada nos anos 20, com brilho, plumas e muitos laços.  Houve a predominância de tons pastel e champanhe. Teve muita seda, rendas, tules, bordados e romantismo.

Outro destaque são os vestidos mullet, reforçando esta tendência da mini-saia à frente e comprimento mais alongado atrás. 

Minha aposta é que teremos muitas dessas joias desfilando no red carpet do Oscar, que acontece em março.

Até a próxima! 

 

A make - econômica - para o Carnaval

Começa hoje a época mais animada do ano e uma make não pode faltar, não é mesmo? No Carnaval podemos ousar nas produções e exagerar nos brilhos sem receio nenhum. Mais você já pensou que é possível fazer uma maquiagem completa de Carnaval usando apenas quatro produtos? Então, se prepara que a dica é hot, hot, hot para arrasar nos bloquinhos por aí. 
 
A Textura glossy é perfeita para looks com uma pegada despojada ou glamorosa, combinando as cores dos olhos com o blush, o que permite um efeito freesh e moderno com apenas quatro produtinhos. Confira abaixo o passo a passo: 
 
Pele
 
1. Comece a produção hidratando e uniformizando a pele com hidrante e primer.
2. Em seguida, aposte em uma base mate que deixe a pele com aspecto natural. Com a ajuda de um pincel, espalhe o produto pelo rosto com movimentos circulares, de maneira uniforme - até nos cantinhos!
3. Após a base, aplique o corretivo líquido no centro do rosto, criando um efeito de iluminação e camuflando a manchas e olheiras.
4. Para selar os produtos aplique uma camada leve de pó compacto na zona T do rosto.
 
Aqui terminamos a parte básica, usando três produtos. Agora vem a mágica. Com um único produto, no caso do Batom Intense Superfix Duo de O Boticário, dá para fazer uma make bapho com texturas diferenciadas e super fácil. 
 
Olha aí o passo a passo:
 
1. Aplique o lado mate do Superfix Duo -  a cor usada foi a Tudo ou Nada, um tom de roxo com fundo rosado bem vibrante - nas têmporas, ali na zona C e depois com os dedos esfume até as maçãs com leves batidinhas. 
 
 
 
2.  Aplique o batom na pálpebra movel até o côncavo e em seguida esfume com um pincel;
 
 
3. Se quiser deixar amaquiagem com um efeito glossy (molhado), você pode aplicar o outro lado do duo nas palpebras e também nas têmporas. Ajuda até a fixar o glitter, se você desejar um toque a mais de brilho na maquiagem; 
 
 
4. Na sequência, para um olhar glamoroso, coloque os cílios postiços e/ou capriche nas camadas de máscara; 
 
 
5.. Aplique a mesma cor de batom nos lábios e crie um efeito monocromático e harmônico em sua a produção. 
 
 
Pronto! Viu como você pode arrasar em poucos passos? 
Gostou das dicas? Então confira os produtos usados: 
 
Intense Batom Super Fix cor Tudo ou nada
Intense Base Líquida Mate - a cobertura sequinha garante a durabilidade da maquiagem 
Intense Corretivo 
Intense Pó Compacto - Não exagere no pó. Ele deve ser usado apenas para selar a base e nas partes do rosto que são mais oleosas. 
 
Um ótimo carnaval e espero que tenham gostado das dicas. Arrasem por aí meninas! 
 
Até a próxima! 

Os hits - fashionistas - do Carnaval

O Carnaval começa oficialmente neste sábado, 10, mas se você ainda não tem todos os looks em mente leia esse post até o final. Já adianto que duas peças vão ser destaque ou quase uma unamidade pelos carnavais Brasil afora Body e Pochete. 

Ja faz um tempinho que o body - uma mistura de maiô com collant - faz a cabeça da mulhersa. Eu mesma sou adepta e acho uma peça democrática (porque veste vários estilos e tipos de corpo) e versátil (vai do casual ao gala sem problemas). A infinidade de looks que podem ser montados com body dariam até um livro. E nesse carnaval ele vem com força total. Seja com frases, liso ou estampado ele deve reinar pleno e absoluto. 

Body + Short Jeans é tipo uniforme oficial desse Carnaval. 

Capriche nos acessórios  e se joga na folia! 

As mais ousadas podem usar o body sozinho. Que tal? 

O Body liso se transforma com aplicações de pedrarias. 

O Unicórnio é, pelo segundo ano seguido, o animal mágico da vez. 

Os modelos de alças finas fazem sucesso entre as famosas. 

 

E quem é plus size também pode usar e abusar dos bodys. 

Pochete 

Sim, é uma peça polêmica que divide opiniões, mas não podemos negar que ela virou hit. E como no Canrvaal deve aparecer em muitas versões (eu estou em busca de uma que combine com um dos looks que vou usar e que possa ser aproveitada depois em várias outras produções. Afinal, a moda é feita para a gente se reinventar). 

Em versões fun ou mais clássica, o certo é que a pochete vou item desejo entre as fashionistas e ganhou as ruas mundo afora. Eu acho que é nunca podemos dizer nunca para uma peça. Permita-se experimentar antes de dar o veredito final de ame ou odeie. E o Carnaval, mais do que em qualquer outra época do ano, é o momento de permitir-se. 

Vou fazer um post falando só sobre ela em breve. 

Até mais! 

 

 

Posts anteriores