Cidadeverde.com

Júlia Beatriz quer esquecer ano de lesões e mira retorno à seleção sub-20

Fotos: Laura Zago/CBF

O 2019 da atacante Júlia Beatriz foi cheio de boas notícias, a começar pelo primeiro contrato fora do Piauí - no Iranduba (AM). Depois veio o título do zonal Sul da Liga Sul-Americana Sub-19, em setembro

Tudo só não foi perfeito por conta das lesões, o que deixou a jogadora de fora dos últimos treinos e jogos da seleção feminina no ano. 

- Foi bem difícil esse ano. Tive grandes oportunidades, mas  não me dei bem com relação às lesões. Só esse ano eu tive umas quatro, e para mim foi bem difícil aceitar. Foi o primeiro ano de intensidade que realmente meu corpo sofreu. 

Lesões que ocorreram justo na sua primeira empreitada fora de casa. A atacante de 18 anos diz que aprendeu a ser forte com a distância da família. E também passou a se cuidar mais. 

De férias em Teresina (PI), Júlia mantém contato frequente com seu fisioterapeuta e faz um trabalho preventivo para prevenir novas lesões. O foco é voltar a defender a seleção brasileira sub-20, que disputa a fase final da Liga Sul-Americana, em fevereiro, e o Campeonato Sul-Americano, em março.  

- Estou treinando bastante, até porque agora, em março, temos o Sul-Americano Sub-20. Por lesão, infelizmente perdi um torneio da seleção nos Estados Unidos. Mas isso me mostrou que eu tenho que fazer muito mais.

Quando o técnico Jonas Urias quiser a presença da Júlia Beatriz na seleção sub-20, é só chamar.