Cidadeverde.com

Luís Miguel pede demissão e Timon busca seu terceiro treinador na temporada

Foto: Fábio Lima/Cidadeverde.com

O técnico Luís Miguel confirmou, nesta sexta-feira (28), seu pedido de demissão do Esporte Clube Timon. É o segundo treinador a sair do cargo - o primeiro foi Nivaldo Lancuna.  

Em mensagem postada em uma rede social, Luís Miguel justificou seu pedido de afastamento "por achar que com os problemas de montagem de grupo não seria possível continuar à frente do Timon". 

O treinador alegou ainda que não teria como reformular o elenco, por conta do limite de inscrições imposto pelo Campeonato Piauiense. 

Luís Miguel estreou com derrota por 5 a 1 para o River, no dia 12 de fevereiro. Mas se reabilitou no jogo seguinte: derrotou o Piauí, rival direto na tabela, por 3 a 1.  

Na quarta-feira (26), em Piripiri (PI), veio mais um revés em forma de goleada: 5 a 0 para o 4 de Julho. 

A queda de técnicos tem sido curiosamente pequena no Campeonato Piauiense. Além do Timon, apenas River (Márcio Goiano) e Piauí (Jorge Bug) trocaram de treinador. 

O Timon informou, na manhã desta sexta-feira (28), que mantém negociação avançada com um nome para substituir Luís Miguel, com expectativa para anunciá-lo em breve. 

Com 4 pontos em 7 jogos disputados, o Timon volta a jogar no Campeonato Piauiense na próxima quinta-feira (5), quando recebe o Altos, no Lindolfo Monteiro, em Teresina (PI).