Cidadeverde.com

Covid-19: atletas de badminton do Piauí farão exames após contato com possível infectada

Foto: Arquivo pessoal

Última atualização às 14h42

Seis integrantes da seleção brasileira de badminton, quatro deles piauienses, serão submetidos a exames após manterem contato com uma pessoa que pode ter contraído o coronavírus. Alguns deles chegaram a divulgar vídeos nas redes sociais, usando máscaras, informando que estavam isolados, mas todos estão em casa aguardando a realização de testes. 

A situação envolve os piauienses Francielton Farias, Fabrício Farias, Jaqueline Lima e Sâmia Lima, a fluminense Fabiana da Silva e treinador português Marco Vasconcelos, que estão em Americana (SP) treinando para competições futuras. Nenhum deles apresenta sintomas da Covid-19, mas continuarão em casa, sem treinar, até o resultado de exames. 

O presidente da Confederação Brasileira de Badminton (CBBd), Francisco Ferraz, informou ao Cidadeverde.com que os atletas mantiveram contato com uma blogueira que os entrevistou no último fim de semana. Depois disso, ela postou mensagem nas redes sociais informando que iria fazer exames para saber se estava com o Coronavírus. 

Por precaução, os cinco atletas e o treinador foram a um hospital em Americana para serem submetidos a exames. Porém, o técnico Marco Vasconcelos informou ao Cidadeverde.com que nenhum deles fez teste para o coronavírus porque não havia sintomas da doença - o contato com a blogueira possívelmente infectada foi há quatro dias. 

Uma empresa será contratada para realizar os exames e descartar qualquer tipo de suspeita. O treinador acrescentou que não existe isolamento, mas todos os cinco atletas e o treinador vão ficar em casa até fazerem os exames. 

Marco Vasconcelos ressaltou que a CBBd tem um plano de prevenção ao Coronavírus, que foi executado com sucesso durante as viagens internacionais da seleção brasileira, e um plano de emergência, acionado após a blogueira anunciar que faria teste para saber se foi infectada. 

Durante a manhã, Fabrício e Francielton Farias divulgaram vídeos informando que estavam isolados, o que foi confirmado em primeiro contato com o presidente da CBBd, que falou sobre os procedimentos adotados nessa situação.

Mais tarde, após a informação repercutir, Jaqueline Lima entrou em contato com a reportagem e negou que estivesse em isolamento. Samia Lima postou vídeo ao lado de Fabrício Farias no qual ele afirma que foi ao hospital "fazer alguns exames de prevenção" e a atleta acrescenta que estão "todos ótimos". 

O grupo treinava em Americana enquanto uma decisão sobre o circuito mundial de badminton não era adotada. Com torneios cancelados em todo o planeta, a tendência é que a temporada seja cancelada e os atletas sejam classificados para os Jogos Olímpicos com base no ranking atual. Nesse cenário, há possibilidade de que uma dupla de piauienses garanta vaga em Tóquio. 

Veja vídeos postados pelos irmãos Fabrício e Francielton em suas contas no Instagram nesta segunda-feira (16) - o vídeo foi atualizado com novas postagens feitas pelos atletas após a repercussão do caso:

A CBBd divulgou nota, no início da tarde desta segunda-feira (16), esclarecendo os procedimentos adotados nessa situação:

Nota à imprensa e à sociedade sobre COVID-19 e isolamento de atletas.

A Confederação Brasileira de Badminton (CBBd), informa à imprensa, aos atletas, federações, clubes e a todos os interessados que está prontamente atenta a situação de emergência global em decorrência da pandemia anunciada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), do novo Corona Vírus (COVID-19) e suas consequências no Brasil, diante do cenário que se apresenta.

A CBBd tem tomado medidas de precauções em relações a todos e, pelo fato noticiado que atletas de Seleção Brasileira de Badminton estariam em isolamento e com intercorrências do COVID-19, essa não procede totalmente, uma vez que estão assintomáticos e não fazem parte importantes de grupo de risco. Adotando medida de precaução, após alguns desses atletas terem tido contato físico com uma repórter nesse último final de semana, na gravação de um especial para mídia social, e essa profissional ter colocado em rede social particular que estaria em uma espécie de "quarentena; pelo fato dos atletas terem viajado à Europa e ao Iran, no Oriente Médio, participando de torneios, resolveu-se fazer a testagem de todos eles e, até o resultado final da testagem para COVID-19, e eventual contraprova, os treinos da Seleção foram suspensos devendo os atletas ficarem em seus alojamentos obedecendo naturalmente, como todos os brasileiros, medidas sanitárias amplamente divulgadas pelos organismos do deporto e de autoridades em saúde pública e particular.

Quaisquer outras informações serão repassada oportunamente pela CBBd.