Cidadeverde.com

Sarah Menezes comemora adiamento dos Jogos de Tóquio para 2021

Foto: Staff Flamengo

A judoca Sarah Menezes comemorou o adiamento do evento para 2021 - informação confirmada pelo Comitê Olímpico Internacional e Governo do Japão, nesta terça-feira (24), após pressão de entidades e atletas por conta da pandemia provocada pelo novo coronavírus. 

- Pra mim, foi de extrema importância porque eu vou ter mais tempo para ganhar força, ganhar massa da minha lesão. Vou ter mais tempo para me preparar melhor. E esperar agora voltar o calendário, as coisas voltarem a funcionar, diante dessa epidemia. É esperar mesmo e continuar focada. 

Sarah Menezes completa 30 anos na próxima quinta-feira (26). Quando tiver 34 anos, ela poderá estar aposentada dos tatames nos Jogos de Paris, em 2024. 

Se a classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio terminasse hoje, Sarah Menezes seria a reserva da reserva na seleção brasileira de judô, na categoria meio-leve (até 52kg). A campeã olímpica de 2012 estaria fora do evento.

A piauiense até tentou tirar a diferença para a paulista Larissa Pimenta, melhor brasileira no ranking mundial, e Eleudes Valentim, segunda do país na lista, mas foi atrapalhada por uma lesão em julho de 2019 - a cirurgia no músculo peitoral esquerdo a afastou dos torneios por quatro meses. 

Sarah Menezes iniciou uma maratona de torneios, no início de 2020, em busca dos pontos que deixou de conquistar no período que ficou afastada por conta da cirurgia. Foram cinco competições em menos de dois meses, sem medalhas conquistadas. O sexto torneio seria disputado no início de março, no Marrocos, mas o evento foi um dos primeiros cancelados por conta da pandemia de Covid-19. 

No Rio de Janeiro, Sarah Menezes segue treinando em seu apartamento e no estacionamento do prédio onde mora, no bairro da Gávea, e incentivado seus seguidores a se manterem ativos durante o período de isolamento, imposto para evitar a propagação do novo coronavírus. O Flamengo, seu clube, continua com atividades suspensas.