Cidadeverde.com

River tenta trazer Flávio Araújo em junho; Felipe Barros deixa o time

Fotos: Victor Costa/River A.C.

O River Atlético Clube mantém conversas com o treinador Flávio Araújo, hoje Icasa (CE), para que ele volte a assumir o comando do clube piauiense - o que pode ocorrer somente em junho. Enquanto isso, a diretoria inicia conversas para a reformulação do elenco, visando a Série D do Campeonato Brasileiro. 

O clube tricolor está sem treinador desde a demissão de Marcelo Vilar, em março. José  Roberto, treinador do time Sub-19, assumiu a equipe principal até a suspensão do Campeonato Piauiense e Copa do Nordeste. 

Flávio Araújo tem contrato com o Icasa para a disputa da Série B do Campeonato Cearense, que seria disputada até junho (fase classificatória) e julho (semifinais e finais). Porém, o início do torneio foi suspenso por conta da pandemia de covid-19. 

Treinador do Galo no acesso para a Série C, em 2015, e recentemente no título do Campeonato Piauiense de 2019, Flávio Araújo só poderia fechar com o River após o término do contrato com o clube cearense. 

Como o decreto que impõe medidas restritivas no Piauí foi prorrogado até 21 de maio, uma retomada do Campeonato Piauiense, se existirem condições diante do avanço do novo coronavírus, só ocorreria em junho. Por isso, o tempo para Flávio Araújo encerrar seu vínculo com o Icasa não seria problema para o River. 

Negociações
Mesmo licenciado da presidência, Genivaldo Campelo tem mantido contato com Flávio Araújo. Ao Cidadeverde.com, o dirigente afirmou que o River buscou acertar primeiro a parte financeira - que estaria praticamente finalizada - e agora trabalha para resolver outros detalhes que teriam sido solicitados pelo treinador. 

A resposta final de Flávio Araújo pode sair somente no final de maio. Mas o River se antecipou e já enviou nomes de jogadores que compõem o elenco e que o clube avalia contratar para a Série D do Campeonato Brasileiro. 

A reformulação do grupo, inclusive, já começou. As conversas com jogadores estão sendo feitas pelo diretor de futebol, Luciano Mancha, e o presidente em exercício, Júlio Arcoverde. 


Contrato do zagueiro Felipe Barros não foi renovado

Jogadores
O zagueiro Felipe Barros, 25 anos, foi o primeiro nome a deixar o River. De acordo com sua assessoria, clube e jogador concordaram pela não renovação. O zagueiro segue treinando em casa até a retomada dos torneios de futebol, suspensos por conta da pandemia de covid-19.

O atacante Romário, que teria recebido propostas de outras equipes, se reuniu com diretores do Galo, em Teresina (PI), na semana passada. Até esta sexta-feira (8), não houve nenhuma novidade sobre permanência ou saída do jogador, que tem vínculo com o clube para a disputa da Série D.