Cidadeverde.com

Isoladas em Teresina, jogadoras do Tiradentes treinam juntas na sede do clube

  • tiradentes-treino-8.jpg Reprodução/Instagram
  • tiradentes-treino-7.jpg Reprodução/Instagram
  • tiradentes-treino-6.jpg Reprodução/Instagram
  • tiradentes-treino-5.jpg Reprodução/Instagram
  • tiradentes-treino-4.jpg Reprodução/Instagram
  • tiradentes-treino-3.jpg Reprodução/Instagram
  • tiradentes-treino-2.jpg Reprodução/Instagram
  • tiradentes-treino-1.jpg Reprodução/Instagram

Enquanto muitos clubes de futebol fizeram planilhas de treino para que atletas façam suas atividades físicas em casa, a Sociedade Esportiva Tiradentes vive uma situação diferente. Isoladas há semanas na sede do clube, na zona Sul de Teresina (PI), pouco mais de 10 atletas podem treinar em grupo. 

São jogadoras que vieram de fora do Piauí para defender o Tiradentes na Série A2 do Campeonato Brasileiro. Quando o torneio foi suspenso por conta da pandemia de covid-19. a diretoria conversou com as atletas e ficou decidido que elas ficariam em Teresina - algumas teriam de voltar para estados onde o número de casos do novo coronavírus é maior, como São Paulo e Ceará. Quem é do Piauí continua treinando em casa. 

O Tiradentes fez apenas um jogo no Brasileirão Feminino - venceu o Juventude Timonense por 3 a 1, em São Luís (MA), no dia 14 de março. A partida seguinte seria em Teresina (PI), contra o Ceará, mas acabou suspensa por conta da pandemia de covid-19. 

 

 

Preparação física
O preparador físico Aquino Silva explica que visita as jogadoras semanalmente para alterar o programa de treinos. Elas não descuidam da proteção e fazem as atividades usando máscaras. Os equipamentos também foram higienizados - e na falta deles, até garrafas cheias de água são improvisadas no lugar dos halteres. 

As atividades visam manuntenção da forma física das jogadoras e tentar reduzir a perda provocada pela falta dos treinos em campo. 

Em entrevista para a Cidade Verde, Aquino Silva concordou que os treinos podem ser uma vantagem no futuro para o Tiradentes, quando os torneios forem retomados. Mas alertou que serão necessárias pelo menos duas semanas de atividade em campo antes do reinício das competições. 

Conversei com Aquino Silva no Cidade Esportiva desta segunda-feira (11). O preparador físico explicou como estão sendo os treinos do Tiradentes. Falou também sobre a proposta de realização de jogos com intervalo de até 48 horas entre uma partida e outra, e fez um alerta sobre a permissão para cinco substituições ao longo do jogo, aprovada pela Fifa: quem não tiver um bom banco de reservas, pode se dar mal.