Cidadeverde.com

Clubes vão discutir situação do Campeonato Piauiense após novo decreto do Governo do Estado

Foto: Fábio Lima/Cidadeverde.com

A prorrogação do decreto com medidas restritivas no Piauí para combater o avanço do novo coronavírus adia ainda mais o plano de retomada do Campeonato Piauiense. Com as medidas válidas até 22 de junho, não deve haver jogos no estado antes de agosto.  

Uma videoconferência foi marcada pela Federação de Futebol do Piauí (FFP), para a próxima quinta-feira (11), a partir de 10h, com os clubes envolvidos na competição para discutir os rumos do torneio. 

O próprio plano de ação divulgado pela própria FFP já prevê que não serão realizados jogos em um intervalo inferior a um mês após a autorização por parte do poder público. 

O documento programa a realização de um congresso técnico dois dias após o uso dos estádios serem liberados pelo poder público. Nesta data, começa um prazo de 15 dias para registro ou renovação de inscrição de atletas

O mesmo plano de ação prevê um período de 15 dias de treinos dos clubes antes dos jogos. O prazo começa a contar após o registro dos atletas.

Com isso, só depois de 32 dias da liberação dos estádios é que o Campeonato Piauiense teria jogos, com portões fechados ou não - e os clubes precisam dos estádios não apenas para as partidas, já que eles também são usados para treinamentos das equipes. 

Se considerarmos a melhor das hipóteses, com o futebol liberado a partir de 22 de junho, só haveria condição de uma partida ser disputada a partir de 25 julho.  

Porém, nos critérios estabelecidos para retomada no Piauí, atividades esportivas e culturais ficaram no fim da fila - a prioridade foi dada para setores de maior impacto econômico e menor risco de contágio pelo novo coronavírus.

Além das medidas do Estado, a FFP está de olho em decisões da Prefeitura de Teresina, que também tem decreto similar ao do Piauí, mas por prazo indeterminado. Dos 8 times do Campeonato Piauiense, quatro mandam seus jogos na capital - Flamengo, Piauí, River e Timon. A liberação por parte do Governo do Estado de nada vale sem aval do Município, que concentra o maior número de casos e mortes por Covid-19, além de receber pacientes de outras regiões. 

O Campeonato Piauiense foi suspenso no dia 15 de março, com 18 jogos pendentes da fase classificatória pendentes, além das duas partidas das finais. A definição dos clubes até agora foi de que haverá decisão dentro de campo, afastando possibilidades de declarar campeão sem a realização das partidas restantes. 

* * *

No Cidade Verde Notícias desta segunda-feira (8), abordei um pouco dessas complicações para a retomada do futebol no Piauí.