Cidadeverde.com

River empata no Piauí, e Altos vence no Amapá. Será se bom é jogar fora de casa?

Foto: Victor Costa/River A.C. 

Na primeira rodada da Série D do Brasileirão, vocês devem lembrar, o River venceu o Sinop (MT) fora de casa, e o Altos perdeu no estádio Felipão.

Neste sábado (26), ocorreu quase o inverso. 

O Altos goleou o Santos (AP), fora de casa, por 4 a 0 - três de Klenisson e um de Manoel. Parece até que o Jacaré pensou que estava enfrentando aquele outro Santos, o paulista, e quis dar o troco da goleada que levou no ano passado

E o River cedeu empate para o Baré (RR), no Albertão - João Gabriel e Lucas marcaram no primeiro tempo, mas Cacau e Netinho garantiram o 2 a 2 na etapa final. 

Será se a boa da Série D 2020 é jogar fora de casa?

Sobre a Série A, o Cidadeverde.com publicou levantamento mostrando que os clubes visitantes não estão aproveitando essa "vantagem" de jogos sem torcida

E na Série D? Fui dar uma vasculhada na primeira rodada e vi que, nos 31 jogos, 12 tiveram vitórias dos donos da casa. Outras 10 partidas terminaram empatadas. E os visitantes venceram nove confrontos.

Se pensarmos no empate como resultado positivo para o visitante, esses times se deram bem em 61% das partidas. 

Mas é só o começo da Série D, com algumas equipes em busca de entrosamento, e outras com atropelos por conta dos casos de covid-19 - um jogo foi adiado e outros dois, que deveriam ter sido suspensos, acabaram acontecendo... 

Há que se levar em conta também o novo formato, com oito grupos de oito equipes casa. Serão 14 rodadas. É cedo para dizer que os visitantes vão dominar na quarta divisão. 

E existem (muitos) outros fatores que podem influenciar o resultado de uma partida. Jogar sem torcida é apenas deles. 

Esses fatores fazem os treinadores dizerem que o futebol é dinâmico. É tão verdade que, antes da Série D, eu poderia dizer a você que o Altos, por ter poucas mudanças no elenco, teria chance de fazer uma estreia melhor que a do River, que mudou quase todo o time. Aconteceu o contrário.

O jeito é seguir acompanhando, de casa, os representantes do Piauí na Série D. E que Galo e Jacaré aprendam com os tropeços do início dessa jornada.