Cidadeverde.com

Lesão de Joelma Sousa reduz presença do Piauí no Pan de Toronto

Foto: Jim Watson/AFP

A lesão muscular sofrida por Joelma das Neves Sousa nesta quarta-feira (22) reduziu em Toronto a já pequena participação piauiense nos Jogos Pan-Americanos. 

Joelma, que é natural de Timon (MA), mas sempre treinou em Teresina (PI) e defendeu o Piauí nos primeiros anos de sua carreira, caiu ainda no início da semifinal dos 400 metros rasos do atletismo. Deixou a pista da Universidade de York em uma cadeira de rodas. 

A corredora está inscrita para a semifinal do revezamento 4x400m, mas deve ficar de fora da disputa, segundo avaliação preliminar do médico Cristiano Laurino.

- Ela sentiu dores na coxa esquerda e vai fazer uma ressonância magnética. Pelo exame clínico, deve ficar fora do revezamento 4x400 m, porque está com dificuldades até para caminhar. (...) Não havia nenhuma queixa anterior, durante os treinos ou mesmo no aquecimento. 

Sem Joelma, o Brasil deve disputar a semifinal do revezamento na sexta-feira (24) com Geisa Coutinho, Jailma Lima, Liliane Fernandes e Aline Leone dos Santos.

Aos fãs da corredora, resta a expectativa de que os exames apontem o menor grau possível na lesão sofrida por Joelma Sousa, para que ela se recupere logo e retome os treinamentos visando os Jogos Olímpicos de 2016.

Sarah Menezes, poupada para a disputa do Mundial de Judô, e a fundista Cruz Nonata, que se recupera de lesão, estão entre as piauienses que poderiam ter representado o Brasil no Pan. Sem elas, a estrela Antares teria chance de brilhar no Canadá com Joelma.

Ainda há um tanto de Piauí no Pan, é verdade. José Carlos Moreira, o Codó, agora é atleta do CTPI, novo clube criado no estado. O maranhense, que leva no apelido o nome de sua cidade natal, já disputou as baterias dos 100 metros e foi desqualificado. Mas ele ainda está inscrito para o revezamento 4x100m, cuja semifinal acontecerá na sexta-feira (24).