Cidadeverde.com

Fundespi fecha campo do Albertão até o jogo do River para reparar gramado

A Fundação de Esportes do Piauí (Fundespi), que administra o estádio Albertão, decidiu proibir o uso do campo do estádio para jogos até o dia 16 de agosto, quando o River enfrenta o Imperatriz (MA) pela Série D do Campeonato Brasileiro. A medida afeta os treinos do Galo e a reta final do campeonato piauiense sub-19. 

Foto: Wilson Filho/Cidade Verde

De acordo com a Fundespi, uma empresa fez a colocação de insumos no gramado para tentar melhorar a qualidade do campo, que ficou ainda mais danificado com a realização de jogos amadores nos últimos dias. Além disso, o estádio agora conta com um quadro de 12 funcionários para a realização de atividades gerais no local. Seu Numeriano Sá Filho não estará mais sozinho. 

A medida fez o River mudar de planos nesta quinta-feira (6). O time iria treinar no local onde manda seus jogos, mas acabou alterando sua programação e ficou no centro de treinamento no bairro Porto Alegre, zona Sul da capital. 

Quem terá de fazer malabarismo é a Federação de Futebol do Piauí (FFP), que já havia marcado para o Albertão o jogo de sábado (8) entre Piauí e Krac, valendo vaga para a semifinal do Campeonato Piauiense Sub-19. Com o veto ao gramado, a entidade procura outro campo para que a partida seja realizada no mesmo horário de River e Tiradentes, marcado para as Classes Produtoras. 

Robert Brown Carcará, diretor de competições da FFP, disse que a intenção ainda é colocar as duas partidas às 16h. Porém, se não houver campo de jogo e só restar as Classes Produtoras para os dois jogos, será feito um sorteio às 15h desta sexta-feira (7) na Federação para decidir o horário de cada partida: uma às 16h e outra às 18h.

A semifinal do torneio, marcada para quarta-feira (12), também não deverá ser realizada no Albertão. Bem como a decisão, prevista para 15 de agosto.