Cidadeverde.com

Palmas (TO) 0x2 River (PI) - Faltam 4 jogos para a Série C

Fora de casa, com duas interrupções por falta de energia e com um jogador a menos. Se o River tinha um último teste antes das oitavas-de-final da Série D do Campeonato Brasileiro, foi aprovado com louvor. 

As más atuações do Galo no torneio são contestadas pelos números. O River é um dos dois invictos da Série D, ao lado do CRAC (GO). Está classificado como líder do Grupo A2. Alcançou os 16 pontos, três a menos que o São Caetano - equipe de melhor campanha do torneio. 

O Galo começou a desbancar o líder com um gol de Fabinho logo no primeiro minuto. O tão reclamado gol dos atacantes do River, que dependia de gols de zagueiros. 

Veio a primeira interrupção. Vinte minutos de jogo parado. O River era melhor, dominava a partida. O jogo esfriou e era a chance do Palmas melhorar. Mas o time piauiense continuou mandando no jogo na volta da paralisação. 

Na segunda parada por falta de luz, a mesma coisa. O vídeo feito por um torcedor mostra a torre se apagando. 

O River terminou o primeiro tempo com Esquerdinha expulso. Já tinha cartão amarelo e levou o segundo por reclamar do árbitro. 

Na volta do intervalo, a teoria era aquela: é a chance do Palmas empatar, por jogar com um homem a mais. Mas o que se viu foi algo comum no futebol: quem tem um a menos começa a jogar melhor. 

O técnico Flávio Araújo poderia ter fechado o time. Tirou Júnior Xuxa e botou foi Eduardo. Ficou louco? Nada disso. Lembra daquela máxima de que a melhor defesa é o ataque? 

No fim do jogo, Rogério ampliou a vitória riverina para 2 a 0. Segunda vitória do Galo fora de casa. 

Classificado, líder e invicto. Apesar de ser fora de casa, apesas dos apagões, dos desfalques, da expulsão, apesar da crise financeira. 

O River passou no teste mais importante: superou todo tipo de adversidade nesses oito primeiros jogos. Pode não ser um time brilhante, mas tem resultados. E para subir para a Série C, é o que importa. 

Faltam quatro jogos para a Série C. Dois contra o Estanciano (SE). Vamos nos preparar nas próximas duas semanas. Não dá para deixar essa chance escapar.