Cidadeverde.com

Kite Saco: crianças usam material reciclável e disputam campeonato de kitesurf no Piauí

  • kite2.jpg Foto: Projeto Vivo
  • kite3.jpg Foto: Projeto Vivo
  • kite4.jpg Foto: Projeto Vivo
  • kite0.jpg Divulgação
  • kite7.jpg Divulgação
  • kite6.jpg Divulgação
  • kite1.jpg Foto: Roberto Mossoró
  • kite5.jpg Foto: Projeto Vivo

Um equipamento de kitesurf não sai hoje por menos de R$ 5 mil - só a pipa. E se você pudesse reciclar materiais e gastar cerca de R$ 20 para ter o seu?

Foi o que aconteceu neste fim de semana na lagoa da praia de Macapá, em Luís Correia (PI). A comunidade local participou do primeiro Campeonato de Kite Saco. O nome vem dos sacos usado para fazer a pipa do equipamento. 

Crianças entre 10 e 15 anos usaram sacos, canos de PVC, cabos de vassoura e linhas para produzirem seus próprios kites. Teve premiação de R$ 350, divididos entre os primeiros colocados. José Luiz foi o autor das melhores manobras e ficou com o título do torneio.

Dono de um bar na região, Tota Cabral dediciu promover o evento com os alunos da escolinha Kite Saco para dar visibilidade para a iniciativa da própria comunidade. 

- Estas crianças não têm como adquirirem o equipamento de kitesurf convencional. Então eles passaram a desenvolver seu próprio equipamento para praticar o esporte e ensinar os amigos a velejarem. 

Advogado e praticante de kitesurf, Roberto Mossoró falou ao blog Na Esportiva da satisfação da comunidade com o campeonato, que representa não só uma ocupação para as crianças, mas a inclusão delas em um esporte de custos elevados. 

- Eu velejo desde 2013 e ontem foi a primeira vez que eu vi a comunidade interagindo com o kitesurf na praia.

Imagens do Kite Saco já se espalharam por grupos de kitesurfistas na internet. Outros estados já pediram orientação para fazer ações semelhantes em suas praias. 

Esse é o tipo de iniciativa que merece ser apoiada, divulgada e multiplicada. 

Simples, barato e inclusivo. Veja o Kite Saco em ação: